A Caverna de Botuverá é a maior do sul do Brasil com 1200 metros de extensão aberta a visitação em Santa Catarina.

O parque das Grutas de Botuverá fica na localidade de Ourinho, a 15 km da cidade de Botuverá, a cerca de 80 km de Balneário Camboriú e litoral Santa Catarina, uma ótima alternativa de passeio diferenciado na região.

Fizemos esse passeio durante nossas férias em Itapema , em um dia nublado que não estava bom para praia.

Caverna de Botuverá
Visita que fizemos em 2002 (na época que ainda se podia fotografar no interior da caverna e entrar com criança pequena)

Sobre a Caverna de Botuverá

A caverna de Botuverá é considerada a maior e mais ornamentada gruta do Sul do Brasil, com inúmeros salões que alcançam até 20 metros de altura, repleta de formações, como estalactites, estalagmites e colunas e calcita, entre outras formas.

A caverna foi preparada com caminhos determinados e iluminação estratégica para visitação em 3 grandes salões, possui uma única entrada de pequeno porte onde só entra uma pessoa por vez. Os primeiros 50 metros passam por um corredor até chegar ao primeiro salão, que tem uma coluna com cerca de 2 metros de diâmetro.

Caverna de Botuverá - Santa Catarina
Caverna de Botuverá (foto: divulgação do parque)

Mais à frente se abre um espaço mais amplo com várias colunas de estalactites e estalagmites que lembram a forma de um órgão de tubos. Nesse ponto gruta de divide em três galerias que seguem direções diferentes: à direita está o Salão das Orquídeas, com flores de aragonita; a central tem um pequeno lago; e à galeria da esquerda é o acesso ao restante da caverna.

Caverna de Botuverá
Caverna de Botuverá (foto: divulgação do parque)

A continuação leva os salões com galerias que oferecem belas formações como o Salão dos Altares, até chegar à galeria de estalactites, a última que pode ser alcançada através de um túnel de 130 metros a partir do Salão dos Altares.

Caverna de Botuverá
Caverna de Botuverá (foto: divulgação do parque)

O passeio dura cerca de 45 minutos, realizado em grupos de até 15 pessoas, com capacidade diária de até 13 grupos, totalizando 195 pessoas por dia.
É um passeio que vale a pena, quando fomos, ha alguns anos, era permitido fotografar dentro da caverna, atualmente não pode mais.
Só é permitida a entrada com tênis, de preferência que não seja liso, também não é permitida a entrada de crianças menores de 4 anos e animais.

Parque Municipal das Grutas de Botuverá

Entrada do Parque das Gutas de Botuverá
Entrada do Parque das Gutas de Botuverá (foto: divulgação do parque)

Criado em 1998, após estudos espeleológicos o parque começou suas atividades possibilitando a visita monitorada à caverna com acompanhamento de guia visando preservar as formações que levam centenas de anos para se formar.

Infraestrutura do parque

O parque dispõe de completa infraestrutura para o turista com estacionamento para carros e ônibus, praça de alimentação e churrasqueiras. Além da caverna é possível fazer uma trilha pela mata até uma cachoeira.

Parque das Grutas de Botuverá
Parque das Grutas de Botuverá (foto: divulgação do parque)

Horário de visitação e preços

De Terça a Domingo
8h às 17h (primavera e verão)
8h às 16h (outono e inverno)
Não abre nas segundas e em alguns feriados, é bom consultar antes de ir.
Telefones: (47) 3359-1100 / (47) 3087-8387

Ingresso Normal Adulto: R$ 14,00
Estudantes com apresentação de carteirinha: R$ 7,00
Crianças de 4 a 12 anos e Melhor Idade (acima de 60 anos): R$ 7,00
Aluguel de calçados e meias: R$ 4,00

Como chegar à Caverna de Botuverá

O parque das Grutas de Botuverá fica na localidade de Ourinho, a 15 km da cidade de Botuverá, a cerca de 80 km de Balneário Camboriú (BR_101) e 50 km de Brusque.
Confira a localização no mapa abaixo:



O único acesso asfaltado até a cidade de Botuverá é por Brusque, a partir de Botuverá, são mais 15 km de estrada de chão batido. Esse caminho é rota comercial de minas de calcário, com várias jazidas e mineradoras, com tráfego de caminhões.

Mais viagens e Caminhos na região do Vale Europeu:
Santuário Madre Paulina – Nova Trento
O que fazer em Blumenau
O que fazer em Itajaí

COMPARTILHAR
Jair Prandi
Editor, fotógrafo e videomaker, do Viagens e Caminhos. Apaixonado por viagens com toques de aventura, criou esse blog de viagens para compartilhar suas experiências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here