Ollantaytambo é uma obra monumental da arquitetura Inca e a única cidade da era inca ainda habitada no Peru. Os pátios ainda mantêm sua arquitetura original.

Atualmente é um povoado, capital do Distrito de Ollantaytambo (Província de Urubamba), situado na parte sul a cerca de 90 km a noroeste da cidade de Cusco, a uma altitude de 2.792 metros.

Parque arqueológico de Ollamtaytambo - Peru
Parque arqueológico de Ollamtaytambo

Ruínas de Ollantaytambo

É um dos complexos arquitetônicos mais monumentais do antigo Império Inca, com seus muros descomunais, foi criado para ser uma cidade-alojamento, localizada estrategicamente para dominar o Vale Sagrado dos Incas.

Ruínas de Ollamtaytambo - Peru
Terraços de Ollamtaytambo

O tipo arquitetônico empregado, assim como a qualidade de cada pedra, trabalhada individualmente, especialmente o Templo do Sol e seus gigantescos monólitos impressionam os visitantes.

Pedras gigantescas nas Ruínas de Ollamtaytambo
Pedras gigantescas nas Ruínas de Ollamtaytambo

Algumas das rochas utilizadas na construção só são encontradas a alguns quilômetros da cidade, o que revela o domínio de técnicas avançadas de transporte de rochas. As pedras eram trabalhadas antes de serem transportadas mediante amarração de cordas.

Crianças peruanas em Ollantaytambo
Crianças peruanas em Ollantaytambo

Um boleto turístico é necessário para o acesso às Ruínas de Ollamtaytambo, que dá direito a visitar vários outros lugares de Cusco e do Vale Sagrado, mas não há um bilhete específico só para Ollamtaytambo.
Existem três diferentes tipos de bilhetes:
Um bilhete inteiro (válido por 10 dias e para todos os lugares), 130 soles;
Um bilhete de estudante (ISIC sudentcard exigido como prova), 70 Soles;
Um bilhete parcial (válido apenas para um dia e um número limitado de lugares) 70 soles.
A entrada com boleto turístico pode ser comprado na entrada das ruínas ou em Cusco.

Água canalizada em Ollantaytambo
Água canalizada em Ollantaytambo

Cidade de Ollantaytambo

As ruas retas, estreitas e pitorescas formam quinze grupos de casas localizadas ao norte da praça principal da cidade, que constituem em si um verdadeiro legado histórico.

Ruas de Ollamtaytambo
Ruas de Ollamtaytambo

O local é um dos pontos de partida para Machu Picchu, através de sua estação ferroviária, com saída diária de trens para Águas Calientes, com trajeto feito entre 90 a 120 minutos.

Estação de trem de Ollamtaytambo
Estação de trem de Ollamtaytambo

A caminhada entre a estação de trem e a praça principal é de cerca de 400 m, com a opção dos Tuk Tuks que cobram um preço muito baixo para que não quiser caminhar.

Tuk Tuk em Ollamtaytambo
Táxis Tuk Tuk em Ollamtaytambo

Pinkullyuna é a colina, com armazéns incas com vista para a cidade, com acesso pela estrada mais próxima à base da colina, onde tem uma pequena placa indicativa que leva até uma série de ruínas e armazéns. O aceso é gratuito e oferece vistas espetaculares de Ollantaytambo, das ruínas e do Vale do Urubamba.

Praça de Ollamtaytambo e Pinkullyuna ao fundo
Praça de Ollamtaytambo e Pinkullyuna ao fundo

Entre a cidade e o caminho para as ruínas (passagem dos turistas) há um amplo mercado de artesanato com as peças coloridas típicas do Peru.

Mercado de artesanato de Ollantaytambo
Mercado de artesanato de Ollantaytambo

Mais Viagens e Caminhos nesta região do Peru

Relato de nossa viagem ao Peru
Como chegar a Machu Pichu
O que fazer em Cusco
O que fazer em Pisac
Estrada de Abra Málaga
Lista de destinos que visitamos no Peru

COMPARTILHAR
Jair Prandi
Editor, fotógrafo e videomaker, do Viagens e Caminhos. Apaixonado por viagens com toques de aventura, criou esse blog de viagens para compartilhar suas experiências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here