21/11/2014

Dicas de viagem à Patagônia

Separei algumas dicas interessantes sobre minha viagem à Patagônia que podem ajudar na montagem do roteiro e planejamento, confira:

Dinheiro ou cartão = Nem todos os estabelecimentos aceitam cartão, além disso se usar cartão em outro país você paga IOF de 6,38% sobre o valor, portanto é melhor levar dinheiro.

Dólares, Reais ou Pesos = O melhor e levar Dólares ou Reais que estão bem valorizados na Argentina. O Dólar é mais valorizado, porém na conversão aqui nas casas de câmbio do Brasil, você acaba perdendo um pouco, mas consegue trocar por até 11 pesos no câmbio negro.
Levei Reais e troquei por 3,50 nos casinos de Ushuaia e 4,50 na rodoviária de Calafate. Vale a pena se informar, depois que troquei por 3,50, fiquei sabendo de outros brasileiros que trocaram até por 5,00 em uma loja.

Minitrekking no Glaciar Perito Moreno

Reserva Minitrekking Glaciar Perito Moreno = Não deixe de fazer este passeio. Reserve no dia anterior no hotel, somente na alta temporada de verão é recomendável reservar com mais antecedência, pela internet. A única agência autorizada a fazer este passeio é a Hielo y Aventura.

Protetor solar e óculos = Apesar da Patagônia ser uma região fria, o sol queima e nas áreas de gelo e neve reflete e é difícil olhar sem óculos de sol.

Lanches para passeios = Se for fazer o minitrekking e as trilhas de El Chaltén, compre lanches ou sanduíches nas padarias ou mercados para levar, pois são passeios de um dia inteiro. Todo mundo leva.

Padarias = não deixe de ir às padarias locais, experimentar e degustar as delícias, como os alfajores, empanadas e medialunas.

Como ir para El Chaltén – Não vale a pena alugar carro para ir de El Calafate para El Chaltém, pois todas as atividades em El Chaltén são feitas caminhando, portanto o carro irá ficar parado. É melhor ir de ônibus ou reservar o transfer de van em alguma agência em Calafate.

Ônibus Chaltén Travel

Horários de ônibus para El Chaltén – Há várias empresas que fazem o trecho de 220 km entre Calafate e Chaltén, com saídas diárias as 8:00 h da manhã e as 18:00 h de ambas as cidades, pelo preço de 275 pesos o trecho. Compre no dia anterior, no terminal rodoviário de Calafate.

El Chaltén – Se for fazer as trilhas em El Chaltén, não se preocupe com água. Leve uma garrafinha vazia, que no início da trilha do Fitz Roy há uma torneira com água potável e durante a trilha há riachos com água pura, assim como a trilha da Laguna Torre.

Passeio ao Parque Nacional, em Ushuaia = Consulte os preços no centro de turismo e com os taxistas que ficam lá perto. Ir de táxi ficou mais em conta para 2 pessoas.

Transfer aeroporto de Calafate - No aeroporto de Calafate, não pegue táxi, e sim as vans da “VES” que levam e trazem ao hotel por um preço bem melhor.

Transfer aeroporto de Ushuaia – O aeroporto de Ushuaia é próximo ao centro, portanto o preço da corrida fica em conta, em torno de 70 pesos.

Relato e fotos da Viagem à Patagônia:

Parte 1 – Ushuaia
 Ushuaia

Parte 2 – El Calafate

Parte 3 – El Chaltén
 El Chaltén


2 comentários:

Ana Carolina disse...

Boa tarde! Estou encantada com sua viagem. Vi em um post anterior que vc comprou um pacote com aéreo e hospedagem. Pode me dizer por qual empresa comprou? Quero viajar no mesmo período que vcs viajaram.

Grata.

Jair Prandi disse...

Boa noite, Ana,

Não comprei pacote!
Comprei primeiro as passagens aéreas das Aerolíneas Argentinas, em promoção na opção de multiplos destinos, onde ficamos 2 dias em Ushuaia, depois voamos para El Calafate, sendo que em el Chaltén fomos de ônibus, depois voamos de volta.
pela Aerolíneas dá para voar Brasil - Ushuaia - El Calafate - Brasil, sem acréscimo no valor, como se fosse apenas ida e volta.

As hospedagens reservei depois pela Booking (aqui mesmo no buscador de meu blog) http://jp-viagensecaminhos.blogspot.com.br

Não reservei nem um passeio com antecedência, nesta época é tranquilo.