Roteiro de viagem à Bahia. Foram 7 dias onde conhecemos a Praia do Forte, Salvador, Chapada Diamantina e Morro de São Paulo.

Tivemos muita sorte, todos os dias foram de sol. Como a intenção era ir até a Chapada Diamantina, Praia do Forte e Morro de São Paulo, a melhor opção encontrada foi alugar um carro.

Comprei as passagens, pesquisei hospedagens, atrações turísticas, meios de transporte, reservei o carro, tudo pela internet. Usando o Google Earth, tracei meu próprio roteiro, tendo assim total liberdade de escolher onde, quando e quanto tempo ficar em cada lugar.

Morro do Pai Inácio - Chapada Diamantina
Morro do Pai Inácio – Chapada Diamantina

Roteiro de viagem à Bahia – Viagem de ida – Rio Grande do Sul – Salvador – Praia do Forte

De Vacaria até Caxias do Sul, viajamos de camioneta, que deixamos na casa de parentes, e pegamos o voo da Gol das 11:00 horas. Com escalas em São Paulo e Rio, chegamos a Salvador às 16:00 horas.
Chegando lá, fomos direto pegar o carro reservado e logo seguimos pela BA-099, (Estrada do Coco) até a Praia do Forte, 50 km ao norte do aeroporto.
Acostumados com o horário de verão, estranhamos os horários do sol, que no litoral da Bahia, nasce às 4:30 da manhã e se põe às 17:30 da tarde. Já era noite, quando chegamos.

2º dia – Praia do Forte – Salvador

Praia do Forte - BA6:00 horas da manhã: fomos conhecer a Praia do Forte, que, para nossa surpresa expõe, com a maré baixa, uma larga faixa de corais, dá para caminhar sobre eles uns 300 metros mar adentro, entre as piscinas naturais de águas transparentes e mornas. Não resisti e mergulhei em uma delas.

Projeto Tamar - Praia do Forte
Tartarugas marinhas no Projeto Tamar

8:30 da manhã: após o café da pousada, mais um passeio, o Projeto Tamar. É um criadouro de tartarugas marinhas, onde há tanques e dá para ver de pertinho enormes tartarugas, tubarões, arraias e outros peixes. Caminhando lá dentro, tivemos uma surpresa: Ivete Sangalo passeava com seu filho, e tivemos o privilégio de conhecê-la e conversar um pouco com ela.
Passeamos mais um pouco pela vila e seguimos para as Ruínas do Castelo Garcia Dávila. Após caminhada para conhecer, pegamos a BA-099 para Salvador.
Saiba mais sobre a Praia do Forte

Fomos curtindo as praias do caminho até a Barra, onde nos hospedamos, próximo ao Morro do Cristo e ao Farol da Barra. Dedicamos o resto da tarde para caminhar e conhecer a Praia da Barra, Farol da Barra, Forte Santa Maria, Praia Porto da Barra e o pôr-do-sol, de cima do Morro do Cristo.

Farol da Barra - Salvador

3º dia – Salvador

8:00 da manhã: fiquei em dúvida entre ir de carro ou de ônibus ao centro histórico de Salvador, mas resolvi ir de carro. Achei tranquilo chegar até lá, partindo da Barra, porém, quando cheguei naquelas ruas estreitas, logo fui assediado por supostos guias. Resolvi seguir um deles, que me indicou um lugar para estacionar e já me cobrou por isso.

Pelourinho - SalvadorConhecemos a Igreja de São Francisco, que é revestida por 800 kg de ouro em seus ornamentos internos, tiramos fotos com as baianas, caminhamos pelo Terreiro de Jesus, Pelourinho, Praça da Sé, tiramos fotos nos mirantes, descemos o Elevador Lacerda, visitamos o Mercado Modelo e retornamos até o nosso carro.

Elevador Lacerda - Salvador
Elevador Lacerda – Salvador

Pretendia sair pela orla, mas não consegui, acabei me perdendo e andando uns 20 km no trânsito confuso de Salvador até achar a Barra novamente. Portanto, seria melhor ter ido de ônibus.
À tarde, conhecemos o Shopping da Barra e tomamos banho na Prainha do Canto do Farol, onde ficamos até o anoitecer.
Saiba mais sobre os pontos turísticos de Salvador

4º dia – Salvador – Chapada Diamantina (Morro do Pai Inácio e cavernas) – Palmeiras

BR 242 - Morro do Pai Inácio - Chapada Diamantina
BR 242 – Chegando na Chapada Diamantina

5:00 da manhã: saímos cedo de Salvador para evitar o trânsito, rumo à Chapada Diamantina, a cerca de 400 km. BR 324 duplicada até Feira de Santana, BR 116 até Argolin e BR 242 (que liga Salvador a Brasília) até a Chapada. Quase todo o trecho passa pelo sertão, com cactos e casinhas de barro.

Morro do Pai Inácio - Chapada Diamantina
Vista do alto do Morro do Pai Inácio – Chapada Diamantina

As 11:00 horas chegamos ao Morro do Pai Inácio. Por uma estrada de terra, se sobe de carro até o ponto onde ficam os guias. Subindo por uma trilha curta entre as pedras, se chega ao topo do morro, de onde se tem a espetacular vista clássica da Chapada. Caminhando no topo do morro, se tem vistas para todos os lados.

Gruta Lapa Doce - Chapada Diamantina
Entrada da Gruta Lapa Doce

Seguimos para a Gruta Lapa Doce, que fica em uma fazenda e é a segunda maior do Brasil, com 40 km de galerias. Com o acompanhamento de um guia, descemos as escadas até ela. Entramos e caminhamos 1 km por uma imensa galeria apreciando as formações com o foco das lanternas, até sair em outro lugar.

Gruta Pratinha - Chapada Diamantina
Entrada da Gruta Pratinha – Chapada Diamantina

Por uma estrada de terra fomos até a fazenda Pratinha, onde ficam a Gruta Azul, Gruta Pratinha e a Prainha, todas com água extremamente transparente. Passamos a noite em Palmeiras, cidade histórica, com ruas estreitas e casas emendadas, herança da época do garimpo de diamante.

5º dia – Chapada Diamantina – Cachoeira da Fumaça e Lençóis

Cachoeira da Fumaça - Chapada Diamantina - Bahia
Paredões ao lado da Cachoeira da fumaça

Após o café na pousada, pegamos a estrada de terra para o Vale do Capão, até o acesso à trilha da Cachoeira da Fumaça. É a segunda mais alta do Brasil, com 380 metros. A trilha é puxada, são 6 km, 12 de ida e volta. O mais difícil é o inicio, com 1,5 km de subida, e depois o terreno fica plano. Mas o visual compensa. Com pouca vazão na época da seca, a cachoeira se desmancha antes de tocar o solo.

Lençóis - Chapada DiamantinaDescemos e fomos a Caeté-Açú almoçar e seguimos até Lençóis, principal cidade da Chapada, onde se tem mais estrutura. Foi a principal cidade da época do garimpo e tem suas casas históricas muito bem conservadas. Passamos o resto do dia descansando e curtindo.
Saiba mais sobre nossa visita à Chapada Diamantina

6º dia – Lençóis a Valença e Morro de São Paulo

De Lençóis a Valença, foram cerca de 380 km por rodovias secundárias. Por um trecho de 40 km, trafegamos por uma rodovia totalmente destruída. Foi um alívio encontrar o asfalto inteiro novamente.
2:00 da tarde: chegamos no cais de Valença para pegar uma lancha para o Morro de São Paulo. Foi um sufoco para guardar o carro num estacionamento, separar umas roupas nas mochilas e pegar a lancha a tempo. Caso contrário, teríamos que esperar uma hora. Para chegar à ilha do Morro de São Paulo, só de barco ou avião. Partindo de Valença são meia hora de lancha ou uma hora de barco. Na ilha não entram automóveis, todo o transporte de materiais é feito por mulas ou carrinhos de mão.

Morro de São Paulo - BahiaComo íamos passar só um dia, deixamos a mala no carro e levamos somente duas mochilas. Com o apuro, esqueci o dinheiro na mala e fiquei somente com uns trocados para voltar de barco, sorte que aceitavam cartão nos estabelecimentos. Apesar de tudo, a estrutura da ilha é impressionante.

As praias são lindíssimas, é o paraíso. Águas calmas, transparentes, piscinas naturais. Curtimos o resto da tarde nas praias.

Terceira Praia - Morro de São Paulo

7º dia – Morro de São Paulo – volta a Salvador

Acordamos cedo, caminhamos até a Quarta Praia e tomamos banho de mar ainda antes do café. Após o café, subimos ao mirante da Tirolesa, de onde se tem uma visão panorâmica espetacular de todas as praias e da transparência de suas águas.
Saiba mais sobre Morro de São Paulo

Mirante de Morro de São Paulo
Mirante de Morro de São Paulo

Descemos e pegamos o barco de volta até Valença, onde rodamos 100 km de carro até Itaparica. Ali, pegamos o Ferry boat, que faz a travessia da Bahia de Todos os Santos, com duração de uma hora até Salvador.

Baía de Todos os Santos - Salvador
Balsa na Baía de Todos os Santos – Salvador

Descemos no terminal, seguimos pela orla e paramos para conhecer o Solar do Unhão. Depois, seguimos para a pousada, na orla da Praia da Barra.

8º dia – Viagem de volta

Saímos às 5:00 da manhã, com tempo de sobra para devolver o carro no aeroporto, fazer o check-in e pegar o voo das 9:00, de volta para Caxias do Sul, com escala em Ilhéus e conexão em São Paulo.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here