Ouro Preto é famosa por sua arquitetura colonial. A cidade nasceu com a descoberta do ouro e seu primeiro nome foi Vila Rica.
Foi a primeira cidade brasileira a ser declarada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela Unesco. Seu conjuntos de casarios coloniais é um dos mais importantes do país.

Além do grande conjunto de casarios, são muitas igrejas e museus. Como a cidade fica entre morros, há vários mirantes e pontos de vista que merecem paradas fotográficas.

Ouro Preto - Minas Gerais

Ouro Preto é conhecida pela diversidade de suas atrações turísticas: das capelinhas às matrizes e paróquias barrocas, das montanhas aos fundos dos vales e da culinária mineira. Hoje, a cidade representa um resumo da arte colonial mineira, não apenas pela expressão de sua história, mas pelo extraordinário acervo cultural que preservou.

Ouro Preto - MG

Igrejas e construções históricas erguidas no século XVIII espalham-se pelas ladeiras de Ouro Preto. Inspiradas no estilo barroco, exibem até hoje a suntuosidade típica da época, que teve Aleijadinho como grande ícone.

O escultor assina o projeto e as belas obras que fazem da igreja de São Francisco de Assis uma das referências do barroco brasileiro. A construção divide os holofotes ainda com a Matriz de Nossa Senhora do Pilar, a mais rica de Minas Gerais, com mais de 400 quilos de ouro.

Ouro Preto - Ladeiras
Ladeiras de Ouro Preto

As ruas e calçadas são cobertas pelas chamadas “pedras-sabão” que escorregam, por isso, use tênis. É preciso também ter muita disposição, pois as ladeiras da cidade são íngremes e cansativas para os mais despreparados.

Como chegar a Ouro Preto

Ouro Preto está situada entre montanhas, na Serra do Espinhaço, a uma altitude de 1179 metros.
Os aeroportos mais próximos são:
Belo Horizonte: 140 km. A principal rodovia de ligação é a BR-040, Rod. Juscelino Kubitscheck.
Rio de Janeiro: 400 km. A principal rodovia de ligação é a BR-040, Rod. Juscelino Kubitscheck.
Vitória: 440 km. A principal rodovia de ligação é a BR-262. Rodovia Presidente Costa e Silva.
São Paulo: 630 km. A principal rodovia de ligação é a BR-381, rodovia Fernão Dias.

Quando ir a Ouro Preto

Em relação ao clima, Ouro Preto tem duas estações bem definidas: Estação chuvosa e seca. O período com mais incidência de chuvas é entre outubro e março, quando o clima é mais quente e úmido. As temperaturas, geralmente são agradáveis e não mudam tanto durante o ano.
Se quiser curtir a cidade com mais tranquilidade, procure evitar os finais de semana, feriados prolongados, e épocas de férias. Nestas datas a cidade lota os preços dos hotéis também costumam ser mais caros.

Ouro Preto - Igreja São Francisco de Assis
Ouro Preto – Igreja São Francisco de Assis – Foto: Pedro Vilela/MTur

Onde ficar em Ouro Preto

Por ser uma cidade turística, Ouro preto oferece um grande número de opções, entre hotéis, pousadas e hostels para todos os bolsos. Em geral, os preços são salgados, especialmente nos finais de semanas e datas especiais.
Entre as principais opções, tem o Hotel Solar do Rosário, a pousada do Mondego, entre outros. O melhor e acessar a lista de hotéis e pousadas e escolher a seu gosto.

O que fazer em Ouro Preto – Pontos turísticos

Com ruas estreitas e muitas ladeiras, o ideal é conhecer o centro de Ouro Preto a pé. Até mesmo porque a maior parte das igrejas e museus se concentra no centro da cidade.

Igrejas de Ouro Preto

As igrejas de Ouro Preto são como museus, repletas e obras, muitas delas, em ouro. Porém, na maioria delas é cobrado ingresso para visitação interna e não é permitido fotografar em seu interior. Há muitas atrações, também, que não abrem às segundas-feiras.
Ouro Preto tem ao menos 20 igrejas e capelas para visitação, algumas mais significativas, outras, nem tanto. Confira as que mais se destacam na cidade!

Igreja de São Francisco de Assis

Igreja de São Francisco de Assis - Ouro Preto
Igreja de São Francisco de Assis

Grande obra feita em parceria de Aleijadinho com Mestre Athaíde. Destaque para o medalhão de pedra-sabão rico em detalhes que decora a fachada e o lavabo da sacristia, criado por Aleijadinho. Já o mestre Athaíde demorou 10 anos para terminar o forro que imita o céu e dá a impressão de infinito.

Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar

Interior igreja Nossa Senhora do Pilar - Ouro Preto
Interior da igreja Nossa Senhora do Pilar – Ouro Preto – Foto: Pedro Vilela/MTur

A Matriz Nossa Senhora do Pilar tem os altares completamente cobertos de ouro com impressionante riqueza de entalhes. São mais de 400 kg do metal.
Esta igreja é um exemplo máximo do barroco brasileiro. Sua construção inclui 6 altares e reúne exemplos das 3 fases do barroco. No subsolo da sacristia fica o Museu de Arte Sacra que exibe belas imagens de santos.

Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição

Igreja Conceição - Ouro Preto
Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição – Foto: Pedro Vilela/MTur

Esta igreja de 1746 possui 8 altares laterais que são obra de Manoel Francisco Lisboa, o pai de Aleijadinho. Hoje, Aleijadinho e seu pai estão sepultados no interior da igreja.
A algum tempo esta igreja se encontra fechada para visitantes. Vem passando por um processo de restauração.

Igreja de Nossa Senhora do Carmo

Igreja do Carmo - Ouro Preto
Igreja do Carmo – Foto: Pedro Vilela/MTur

Também projetada pelo pai de Aleijadinho, a igreja do Carmo possui estilo rococó, com menos ouro em sua decoração. Esta igreja fica no alto de uma escadaria e também conta com pinturas do Mestre Athaíde.

Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos

Igreja do Rosário - Ouro Preto
Igreja do Rosário – Foto: Pedro Vilela/MTur

Esta igreja apresenta características diferentes de todas as outras de Ouro Preto. A igreja Rosário dos Pretos tem a fachada arredondada e seu interior é bem mais simples, com destaque para os altares dedicados a santos negros.

Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Brancos
Esta igreja parece simples por fora, mas seu interior é completamente revestido de ouro. O que chama atenção em meio ao ouro são os detalhes em vermelho, que marca a influência da arte trazida por imigrantes chineses.

Igreja Santa Efigênia / Nossa Senhora do Rosário do Alto da Cruz

greja Santa Ifigênia - Ouro Preto
greja Santa Ifigênia – Foto: Pedro Vilela/MTur

Localizada no alto de uma escadaria, esta igreja oferece também uma vista panorâmica da cidade. Além dos santos negros expostos em seus altares, a igreja apresenta uma figura que desperta a curiosidade. Entre as pinturas no teto há uma imagem de um papa negro. Nunca teve um papa negro na Igreja Católica.

Museus de Ouro Preto

Ouro Preto - Minas Gerais
Praça Tiradentes e Museu da Inconfidência ao fundo

Os museus de Ouro Preto oferecem aos visitantes, principalmente, utensílios históricos da grande influência da atividade mineradora. Há também influência dos escravos e obras de arte de artistas renomados, como Aleijadinho.

Museu da Inconfidência – Localizado no antigo prédio da Casa de Câmara e Cadeia, na Praça Tiradentes, o museu da Inconfidência conta a história da cidade de Ouro Preto. São 16 salas com exposições temáticas, com destaque para o Panteão da Inconfidência.

Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas – explica como se desenvolveu a atividade mineradora em Ouro Preto, principal atividade no passado da cidade.

Museu do Oratório, Museu de Arte Sacra de Ouro Preto e o Museu Aleijadinho – estes 3 museus são rios em arte sacra e possuem tanto obras anônimas, como de artistas consagrados, como Aleijadinho.

Visitação à minas de ouro

Mina do Chico Rei - Ouro Preto
Mina do Chico Rei – Foto: Pedro Vilela/MTur

Algumas das antigas minas de ouro de Vila Rica são abertas à visitação. Durante a visita, os turistas adentram as minas enquanto os guias relatam como foi na época da exploração do ouro e o trabalho dos escravos.
As minas estão localizadas em propriedades particulares e tem mina até no Centro Histórico, como é o caso da Mina do Chico Rei.
As visitas guiadas por dentro dos túneis de mineração custam em média, R$25,00.

Passeio de trem em Ouro Preto

Não deixe de fazer o passeio de trem entre Ouro Preto e Mariana. A estação de onde parte o trem também é uma atração, datada de 1888. Saiba tudo sobre o passeio de trem entre Ouro Preto e Mariana pelo blog Janelas Abertas.

Arredores de Ouro Preto

Aproveite para conhecer as cidades vizinhas que compõem este circuito histórico. Não deixe de ir a Mariana e a mina de Ouro da Passagem, são apenas 12 km. A cidade também é repleta de igrejas e construções históricas. Há também um passeio de trem entre Ouro Preto e Mariana, muito interessante.
Visite também a cidade de Congonhas, especialmente a Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos. O local abriga as esculturas dos 12 profetas esculpidos em pedra-sabão e 64 imagens esculpidas em cedro com tamanho natural.

Mais Viagens e Caminhos na região

Do Rio Grande do Sul ao Espírito Santo e Minas de carro
Roteiro de 7 dias em Minas Gerais – Capitóilo, BH, grutas e Serra do Cipó
Tudo sobre a trilha do Pico da Bandeira

Reserve aqui no Viagens e Caminhos! Temos as melhores opções para organizar sua viagem! Nossos parceiros são os melhores do mercado!

HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com, maior site de reservas de hospedagem do mundo e o que tem os melhores preços! São milhares de hotéis, pousadas, resort e hostel em todo o mundo! Reserve antecipado e cancele quando quiser. Escolha e faça sua reserva!
SEGURO VIAGEM - Vai para o exterior! Faça Seguro Viagem! É obrigatório na Europa e muito recomendado para qualquer viagem ao exterior. Uma simples internação nos Estados Unidos tem um custo diário de 2.000 Dólares e um seguro viagem é bem barato! Faça uma cotação!
ALUGUEL DE CARRO – Somos parceiros da RentalCars, maior comparador de aluguéis de carro do mundo, e que garante também o melhor preço! Reserve em nosso site e pague em Reais, sem IOF, e com total segurança. Faça sua cotação online!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here