Curitiba se destaca pela qualidade de vida, pela quantidade e qualidade de seus parque e praças e por suas soluções urbanas.

Os visitantes encontram hotéis confortáveis, bons restaurantes, intensa agenda cultural e mobilidade de sobra para conhecer os cartões-postais, sempre emoldurados por bosques e praças.

A sinalização eficiente e os meios de transportes modernos garantem circular por belas e inusitadas construções, como o Teatro Ópera de Arame, o Jardim Botânico e o Museu Oscar Niemeyer, além dos parques, como o Barigui, ponto de encontro de famílias e atletas nos finais de semana.

Paço da Liberdade - CuritibaApesar dos aspectos modernos, Curitiba guarda muitas características de cidades do interior e influência dos imigrantes europeus, que ainda hoje mantém suas raízes. Alem disso, possui um belo Setor Histórico, com um bom números de prédios antigos preservados, palácios e igrejas.

A rua XV de Novembro, conhecida em seu calçadão, por Rua das Flores, permite ver de perto a mistura de culturas. Por lá estão o comércio, os artistas de rua, os cinemas e os teatros, além das cafeterias com mesas ar livre onde todos os sotaques se encontram.

Onde comer em Curitiba

Curitiba é uma grande metrópole, com centenas de opções de restaurantes e variados locais para comer, porém algumas áreas da capital se destacamcomo o bairro Batel, onde se concentra um grande número de bares, restaurantes e shoppings.

Não fizemos um roteiro gastronômico na cidade, por isso, indicamos dois artigos que vão ajudar você a decidir onde comer e beber em Curitiba:
A Lúcia do blog Quer Saber Eu Amo Viajar, nos dá ótimas dicas de onde comer na capital paranaense.

Já o Fábio Pastorello do Viagens Cine, mostra 7 roteiros de cervejarias artesanais em Curitiba, bares e botecos.

Onde ficar em Curitiba

Curitiba tem algumas zonas hoteleiras tradicionais bem definidas, entre o Centro, o Centro Histórico e o bairro Batel, com ofertas para todos os bolsos, desde hotéis econômicos a hotéis refinados. Apesar das dezenas de atrações, a cidade não é tão disputada pro turismo, sendo possível encontrar bons preços, mesmo para reservas em cima da hora.

O centro pode ser considerado a melhor opção, perto de tudo e onde se concentram várias atrações, porém, como qualquer cidade grande, é preciso tomar um pouco de cuidado, principalmente à noite.

Talvez a melhor opção seja mesmo o bairro Batel, que é vizinho ao centro, mais sofisticado organizado, arborizado e seguro. Além disso, o bairro é cheio de bons restaurantes, bares, cafés e opções de compras. Claro que em média, os hotéis desta área também seguem o padrão e tem preços mais altos.

Confira a lista de hotéis na cidade.

Pontos turísticos – Praças e parques

Jardim Botânico

Jardim Botânico - CuritibaO Jardim Botânico possui uma área de 245.000 m2, com uma estufa inspirada nos palácios de cristal ingleses do século passado, que expõe permanentemente plantas originárias dos mais diversos pontos do território brasileiro. Conta ainda com jardins em estilo francês e trilhas que cortam o bosque e um lago com passarela.

Ópera de Arame – Parque das Pedreiras

Ópera de Arame - CuritibaO Teatro foi edificado em ferro tubular, numa estrutura semelhante à Ópera de Paris. É destinado, juntamente com o Espaço Cultural Paulo Leminski, do Parque das Pedreiras, com capacidade para 60.000 pessoas à apresentações artísticas e culturais. São 4000 m² de área construída em três níveis, que abrigam 1800 lugares na platéia e 46 camarotes com capacidade total de 600 espectadores. Toda a Ópera é cercada por um lago, repleto de peixes, além de na área existir uma cascata, uma passarela aramada de entrada e um bonito paisagismo.

Parque Barigui

Parque Barigui - CuritibaPossui uma área de 1.400.000 m2. Conta com uma enorme área de bosque, à sombra do qual foram construídas churrasqueiras. É equipado com um Centro de Exposições, estacionamento e local para exposições externas.
O parque abriga ainda, pistas de aeromodelismo e bicicross, canchas de futebol e voleibol, trilha para trekking ou cooper, parque de diversões, Estação da Maria Fumaça, um lago formado pela represa, pedalinhos, academia de ginástica, lanchonete. Lá funciona ainda, o Museu do Automóvel, possuindo um acervo com dezenas de veículos antigos.

Parque Tanguá

Parque Tanguá - CuritibaO Parque foi construído onde era uma antiga pedreira e é dividido pela parte alta e a baixa. Na alta se encontram: Chafaris, jardins, lojinha e lanchonete e mirantes em cima do paredão de pedra. Na parte baixa se tem a vista da cascata, tem o lago e o túnel com aproximadamente 50 metros, escavado em uma de suas paredes rochosas. Unindo o lago de um lado a outro, há dentro deles, uma passarela de madeira que leva os visitantes até um mirante. Dois barcos fazem a travessia entre os lagos, passando pelo túnel.
Conta com infra-estrutura de lazer como pista de cooper, ciclovia, lanchonete, quiosques com churrasqueiras e dois estacionamentos.

Mais informações sobre o Parque Tanguá no blog Fui Ser Viajante

Parque São Lourenço

Com 203.918 m2, possui área de recreação que compreende, dentre outras coisas, uma grande pista para carrinhos de rolimã. Se destaca o Centro de Criatividade dedicado à realização de atividades ligadas as artes plásticas, pesquisa de som, luz e movimento. Lá funciona uma biblioteca, um local para exposições, auditório, sala de projeção e são ministrados, ao longo do ano, cursos de arte, sob a orientação de pessoas especializadas. O parque também é muito procurado para caminhadas.

Parque Tingui

Parque Tingui - CuritibaCom uma área de 380.000 m2, tem a função de preservar o fundo de vale do rio Barigui. Também integra o Parque, o Memorial da Imigração Ucraniana com uma reprodução da Igreja de São Miguel Arcanjo. No local estão expostas as tradições ucranianas, tais como os ícones (pinturas religiosas) e as pêssankas (ovos pintados à mão). Ainda fazem parte do conjunto, um campanário, um palco para apresentações folclóricas e um portal.

Parque Regional do Iguaçu – Zoológico

Possui uma área de 8.264.316 m² e localiza-se na região Sul, entre a RFFSA e o rio Iguaçu. Divide-se em sete setores diferentes: o esportivo com canchas de esportes, equipamentos de recreação, estádio de beisebol; o setor náutico, onde estão as raias de remo, da estação de piscicultura, a praia fluvial; os pomares públicos; os bosques naturais e o setor pesqueiro, complementados com estacionamentos, churrasqueiras, vestiários, sanitários, lanchonetes. O zoológico com uma área de mata nativa de 530.000 m², abrigando aproximadamente 80 espécies de animais, constituindo-se em local de pesquisa e um dos maiores centros de reprodução de animais em cativeiro .

Praça do Japão

Praça do Japão - CuritibaPraça criada para homenagear os imigrantes japoneses, localizada entre altos edifícios .Existem espalhadas pela praça 30 cerejeiras do Japão, pequenos lagos artificiais, nos moldes dos japoneses, Portal Japonês, a Casa da Cultura e a Casa de Chá.

Universidade Livre do Meio Ambiente

Universidade Livre do Meio Ambiente - CuritibaFoi criada onde existia uma pedreira com o objetivo de formar nas pessoas uma consciência de defesa ambiental. Edificado em eucalipto, o prédio de 874 m², possui uma rampa em forma de espiral com 22 m que permite uma vista panorâmica do entorno.

Passeio Público

Passeio Público - CuritibaO Passeio Público é um exemplo de preservação natural, bem no centro da cidade, com aproximadamente 70.000 m2 e 35 pontos de atração. O parque possui três lagos, sendo que em cada um tem uma ilha. Também conta com um pequeno zoológico com grande variedade de aves, cobras, e pequenos animais. A infraestrutura é boa, com restaurante, parquinho, pedalinho, academia ao ar livre, aluguel de bicicletas, etc…

Bosque Alemão

Bosque Alemão - CuritibaCriado para homenagear os imigrantes alemães. A maior parte dessa área é de mata nativa densa e fazia parte da antiga chácara da família Schaffer.
O Bosque é rico em atrações. O Oratório Bach, uma sala para concertos musicais. A Torre dos Filósofos, com um mirante. A trilha João e Maria. A Casa Encantada, com uma biblioteca infantil. A Praça da Cultura Germânica. Além do bosque de mata nativa e nascentes de água doce.

Praça do Expedicionário

A praça homenageia os pracinhas da II Guerra Mundial. Nela encontram-se um tanque de guerra, um avião Thunderbolt, uma âncora e o Museu do Expedicionário.

Outros pontos turísticos de Curitiba

Torre Mercês

Curitiba vista da Torre MercêsA Torre da Telepar, conhecida também como Torre Mercês, possui duas funções básicas: suporte para antenas para interligação telefônica da Região Sul e países vizinhos e mirante da cidade. Conta com uma altura total de 109,5 m, e de seu mirante tem-se uma belíssima visão de 360° da cidade e dos contornos da Serra do Mar. Além do mirante, possui um mapa de metal em relevo com todos os detalhes da cidade e o Museu do Telefone.

Centro Cívico

No Centro Cívico se concentram os edifícios que abrigam os poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, a maioria das Secretarias do Estado, o Fórum de Curitiba e a Prefeitura Municipal.

Estádio Joaquim Américo (Arena da Baixada)

Arena da Baixada - CuritibaMais conhecido com Arena da Baixada, o estádio do Atlético Paranaense é o mais moderno e um dos mais bonitos do Brasil. Visitas guiadas levam os turistas pelas arquibancadas, a praça de alimentação, o salão vip, os camarotes, os vestiários e a sala de imprensa.

Estádio de Futebol Antonio Couto Pereira

Com capacidade para 55.000 pessoas, pertence ao Coritiba Futebol Clube. O tour começa no “Espaço 100 Anos” onde estão expostas camisas antigas, objetos e fotos de momentos importantes da história do time. Segue para a sala de imprensa, vestiário, gramado, arquibancada e galeria de troféus.

Museu Oscar Niemeyer

Museu Oscar Niemeyer - CuritibaConhecido com Museu do Olho, foi inaugurado em 2002, num projeto do arquiteto Oscar Niemeyer.
A estrutura externa, que lembra um grande olho, impressiona pelas formas. É uma edificação, anexada à já existente, com 70 metros de comprimento, 30 de largura e cobertura parabólica apoiada em uma torre de 21 metros de altura. Uma passagem subterrânea faz a ligação entre os dois prédios.

Saiba mais sobre o Museu Niemeyer pelo blog Espiando pelo Mundo

Museu Paranaense

Fundado em 1876, o Museu Paranaense foi o primeiro museu do Paraná e o terceiro do Brasil. Possui um acervo de cerca de 300 mil peças e documentos. São peças etnográficas de origem indígena de várias partes do Brasil, peças arqueológicas, mapas do Brasil-Colônia, peças históricas das antigas capitanias do sul do País e obras de arte.

Museu Ferroviário e Shoping Estação

Shopping Estação - CuritibaInstalado na antiga estação ferroviária de Curitiba, o Museu expõe várias peças históricas e suas instalações buscam reproduzir o antigo funcionamento da estação. Hoje as instalações do museu fazem parte do Shopping Estação em uma espécie de rua coberta.

Estação Rodoferroviária

A Estação Rodoferroviária de Curitiba é o primeiro terminal de transporte integrado do país. Centralizando o sistema rodoviário e ferroviário, estadual e interestadual. No bloco rodoviário funciona ininterruptamente um centro comercial. O bloco ferroviário possui duas plataformas de embarque e pátio de carga e descarga.

Paço da Liberdade

Paço Imperial - CuritibaO antigo prédio do Paço Municipal foi restaurado e reinaugurado como Paço da Liberdade, em março de 2009.
Construído de 1914 o prédio foi sede da Prefeitura de Curitiba até 1969 e sede do Museu Paranaense, de 1973 a 2002.
O atual Paço da Liberdade é um centro cultural multifuncional administrado pelo SESC Paraná, que obteve a concessão da prefeitura municipal por 25 anos. As atividades culturais incluem cursos, exposições e palestras.

Praça Tiradentes

É o Marco Zero da cidade, de onde são medidas e encontradas todas as distâncias, onde se Encontra a Catedral, além de servir como ponto de partida das linhas Turismo.

Catedral de Curitiba

Praça Tiradentes e Catedral de CuritibaA inauguração da atual igreja, foi em 1893, construída em estilo neo-gótico e inspirada na Sé de Barcelona. Em seu interior existem vitrais, doados por famílias tradicionais curitibanas; móveis e púlpitos em alto relevo, entalhados em imbuía. Foi restaurada em 1993, e em 08 de setembro do mesmo ano passou a denominar-se Catedral Basílica Menor.

Palácio Avenida

Um dos primeiros edifícios de porte da cidade. Abriga além da agência bancária e do setor administrativo, o Auditório Bamerindus, com capacidade para 250 pessoas e o objetivo de desenvolver atividades culturais, a exemplo do “Natal no Avenida” que reúne num coral, crianças carentes e idosos, numa mensagem de paz e esperança.

Rua das Flores (calçadão da Rua XV)

Rua das Flores - CuritibaCalçadão, no centro de Curitiba, que se estende, desde a Praça Osório até a Rua Presidente Faria. Ela é hoje um grande jardim. Seu principal papel histórico é o ser ponto de encontro da cidade. É por isso que nela encontramos flores, árvores, o famoso calçadão, bancos, um variado centro comercial, lanchonetes, restaurantes, cinemas, iluminação apropriada, além da boa conservação da fachada dos antigos sobrados.
Completando o cenário da secular Rua das Flores, encontra-se nela o Como monumento, um bonde e o Palácio Avenida.

Teatro Paiol

Teatro Paiol - CuritibaConstruído em 1906, tinha por finalidade abrigar um depósito de pólvora. Foi totalmente modificado e restaurado. Possui traços arquitetônicos romanos em forma circular. O prédio foi inaugurado como teatro em 1971, com show do Vinícius de Moraes. Sua capacidade é para 220 espectadores.

Setor Histórico de Curitiba

Largo da Ordem - CuritibaLocalizado na parte alta da cidade, totalmente revitalizado, o local demarca os primórdios da história de Curitiba no século XVII. O Largo da Ordem é o coração do Setor Histórico, onde se encontra um belo conjunto arquitetônico. Dentre eles, se destacam: Igreja da Ordem Terceira de São Francisco das Chagas, a mais antiga de Curitiba, Praça Garibaldi, Palácio Garibaldi, Belvedere, Igreja do Rosário, Fonte da Memória, Igreja Presbiteriana. No local também se encontra o Memorial de Curitiba.

Rua 24 Horas

Totalmente coberta em vidro transparente, com estrutura de tubo metálico em forma de arco e com uma extensão de 116 m, numa concepção futurista. Funcionando dia e noite, a rua oferece serviços à população, visando revitalizar o centro da cidade fora do horário comercial, funcionando como um mini shopping.

Universidade Federal, Teatro Guaíra e Praça Santos Andrade

Universidade Federal - CuritibaO Teatro Guaíra é um dos maiores e um dos mais importantes da América Latina. Possui três auditórios: o maior deles, com capacidade para 2173 lugares. Na sua frente fica a praça Santos Andrade e no outro lado da praça o monumental prédio histórico da Universidade Federal do Paraná.

Bairro Santa Felicidade

Bairro Santa Felicidade - CuritibaBairro criado por imigrantes italianos que dedicaram-se à produção de hortifrutigranjeiros, à fabricação de vinho, queijo e ao trançado de vime. Ao longo da Via Veneto e da Avenida Manoel Ribas, destacam-se exemplares da arquitetura popular. Porém, a atração maior de Santa Felicidade é a de ser Bairro Gastronômico de Curitiba, com grande número de restaurantes e as tradicionais vinícolas e cantinas.

Passeios imperdíveis em Curitiba

Linha Turismo Curitiba

Linha Turismo - CuritibaA Linha Turismo é uma linha de ônibus especial que circula nos principais pontos turísticos de Curitiba. Com ela, é possível conhecer os parques, praças e atrações da cidade.
Considerada uma das melhores do país, a Linha Turismo circula a cada trinta minutos, percorrendo aproximadamente 45 km em cerca de 2,5 horas.
O roteiro começa na Praça Tiradentes, mas é possível iniciar o trajeto em qualquer um dos pontos.
Para embarcar você compra uma cartela com cinco tíquetes no valor de R$ 45,00 (valor de 2017) e tem direito a um embarque e quatro reembarques.

Saídas de Terça a Domingo, partindo da Praça Tiradentes, das 9h às 17:30h, a cada 30 minutos.

O blog Destinos & Afins mostra o roteiro ideal para aproveitar as paradas do ônibus da Linha Turismo de Curitiba.

Passeio de trem de Curitiba a Morretes

Passando pela ponte São João

O passeio de trem pela Serra do Mar Paranaense é o mais belo passeio de trem do Brasil.

O trem parte da Estação Rodoferroviária de Curitiba e desce a serra na maior área preservada de mata Atlântica do Brasil, passando por várias pontes, viadutos, e túneis, entre penhascos, cachoeiras e belas paisagens.

 

Outros destinos que visitamos nos arredores de Curitiba:
Trem da Serra do Mar Paranaense.
Estrada da Graciosa – Descendo a Serra do Mar
Parque estadual de Vila Velha
O que fazer em Morretes

COMPARTILHAR
Jair Prandi

Editor, fotógrafo, videomaker, e influenciador digital do Viagens e Caminhos. Apaixonado por viagens com toques de aventura, criou esse blog de viagens para compartilhar suas experiências.

2 COMENTÁRIOS

  1. Moro na região metropolitana de Curitiba e sempre que posso, visito essa cidade, ainda não tive a oportunidade de conhecer todos esses pontos turísticos, tem uns até que nem sabia da existência, gostei muito da postagem pois me deu vontade de conhecer muito mais Curitiba, parabéns!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here