Conheça as principais trilhas e excursões de El Chaltén, algumas longas indicadas para quem está acostumado a fazer caminhadas, outras curtas e mais tranquilas.

Para quem está vindo de El Calafate e pretende voltar no mesmo dia, existem trilhas curtas onde dá para ter uma noção das paisagens do local. quem vai ficar mais que um dia, pode escolher caminhadas mais longas, e quem ainda não visitou o Glaciar Perito Moreno, pode conhecer e fazer um trekking no gelo no espetacular Glaciar Viedma.

Mirante do Rio de Las Vueltas, na trilha do Fitz Roy
Mirante do Rio de Las Vueltas, na trilha do Fitz Roy

Excursões ao Glaciar Viedma

A excursão ao Glaciar Viedma é um passeio imperdível em El Chaltém que oferece três opções diferentes, com navegação, trekking no gelo e escalada.

Nota: Esse passeio é muito semelhante com o trekking no gelo do Glaciar Perito Moreno, a diferença é que no Glaciar Viedma não existem passarelas. Então se você fizer o Passeio no Perito Moreno, talvez, por ser um passeio caro, não valha a pena, mas se não fez o do Perito Moreno, não deixe de fazer este.

São 3 opções de passeio, pré programadas, com transporte incluso, à partir de El Chaltén até o local chamado Túnel Bay, localizado a 18 km, onde está ancorado o barco.

Navegação em frente às paredes de gelo do Glaciar Viedma

Nome da excursão: Vidma Light
Duração: 2:30 horas
Meses de funcionamento: Do início de outubro até o final de abril.
Preço em pesos argentinos 2016: Baixa temporada: 675 – Alta temporada: 825.
Baixa Temporada: Outubro, Março, Abril | Alta Temporada: Novembro, Dezembro, Janeiro, Fevereiro

Navegação Glaciar Viedma
Navegação em frente as paredes de gelo do Glaciar Viedma

Esta primeira opção consiste na navegação pelo Lago Viedma, em frente a uma das maiores geleiras do Parque Nacional Los Glaciares, que tem dois quilômetros de paredes de gelo e que atingem 40 metros de altura acima do lago.

Este passeio não exige qualquer esforço, pois o barco circula próximo à geleira de cor azulada, enquanto os guias dão uma palestra no conforto do barco.
Durante a navegação, é possível ver blocos de gelo com tamanhos variados se desprendendo do glaciar e boiando no lago.

Navegação e caminhada no Glaciar Viedma com crampons

Nome da excursão: Ice Trek
Duração: De 6 a 7 horas
Meses de funcionamento: Do início de outubro até o final de abril.
Dificuldade: Moderada (qualquer pessoa que não seja muito sedentária e que tenha boa condição física pode fazer a caminhada, não sendo necessária qualquer experiência no gelo).
Preço em pesos argentinos 2016:Baixa temporada:2550 – Alta temporada: 3000
Baixa Temporada: Outubro, Março, Abril | Alta Temporada: Novembro, Dezembro, Janeiro, Fevereiro

Trekking no gelo do Glaciar Viedma
Trekking no gelo do Glaciar Viedma

Nesta segunda opção de passeio, depois de fazer a navegação em frente a geleira e atravessar o lago você desembarca em um rochedo e segue por uma curta caminhada até atingir a borda da geleira.
Neste ponto, os guias o auxiliam para colocar os crampons e lhe dão as instruções de como caminhar sobre o gelo.
São duas horas inesquecíveis de caminhada por cima da geleira onde você verá riachos no gelo, rachaduras profundas, cavernas de gelo e riachos que descem entre o gelo. Depois disso é feita uma parada para o almoço, para se iniciar o trajeto de volta.

Navegação, caminhada Glaciar Viedma, e escalada no gelo

Nome da excursão: Full Day
Duração: De 13 horas
Preço em pesos argentinos 2016:
Baixa temporada:2550 – Alta temporada: 3000
Meses de funcionamento: Do início de outubro até o final de abril.
Dificuldade: moderado (igual a opção anterior, porém é necessário um pouco mais de esforço para a parte da escalada).
Preço em pesos argentinos 2016:Baixa temporada:2000 – Alta temporada: 2400
Baixa Temporada: Outubro, Março, Abril | Alta Temporada: Novembro, Dezembro, Janeiro, Fevereiro

Escalada no Glaciar Viedma

Este passeio inclui transporte desde seu hotel em El Calafate (ida e volta), Este passeio repete os passos do caminhada normal sobre o gelo e além disso os guias lhe darão uma instrução técnica básica de como escalar com os crampons e machados e você terá a oportunidade de experimentar a subida em uma parede de gelo.

Para informações mais detalhadas e tarifas atualizadas, acesse o site oficial do Ice Trek da agência Patagônia Aventura.

Trilhas e excursões de El Chaltén – longas

Vamos falar agora das trilhas longas mais conhecidas de El Chaltén, com duração de mais de 2 horas (só de ida). Estas trilhas são indicadas para quem vai ficar por mais de um dia na cidade. Conheça 5 trilhas longas de El Chaltén:

Trilha da Laguna de Los Três

Laguna Los Tres e Monte Fitz Roy, El Chaltén
Laguna Los Tres e Monte Fitz Roy, El Chaltén

Esta caminhada é a mais procurada por proporcionar a mais bela vista e mais próxima das paredes imponentes do maciço Fitz Roy, montanha de pedra com 3359 metros.
Localização: Parque Nacional Los Glaciares
Duração: 5 horas – 13 km (só de ida).
Altitude: 700 metros de diferença à partir de El Chaltén.
Quando ir: Mais indicado de outubro a maio (se informar sobre as condições da trilha no Centro de Visitantes do Parque Nacional).
Dificuldade: requer um bom preparo físico, devido à distância e algumas subidas íngremes. (não depende de guia).

Trilha do Cerro Fitz Roy - El Chaltén
Trilha do Cerro Fitz Roy – El Chaltén

Acesso: A trilha começa no final da cidade, seguindo pela Avenida San Martin, onde há uma placa indicando, local para estacionamento e água potável.
Percurso: A primeira hora de caminhada segue por uma encosta um pouco íngreme, passando pelo mirante com vista panorâmica para o vale do Rio de Las Vueltas, até chegar em uma área mais plana entre as árvores, num segundo trecho de mais uma hora. Neste ponto se chega a um mirante sinalizado entre as pedras onde já se tem uma bela visão do monte Fitz Roy.
A terceira parte do caminho segue até a primeira base de Poincenot (local de acampamento bastante movimentado), onde se chega com 4 horas de percurso. Logo adiante está o acampamento base para escaladores, depois de atravessar o Rio Branco.

Trilha do Cerro Fitz Roy - El Chaltén
Trilha do Cerro Fitz Roy (metade do caminho)

A última parte da trilha (que leva mais uma hora) e é a mais difícil, pelo fato de ser composta por uma subida íngreme de cerca de 400 metros até chegar à Laguna de Los Tres.
No local se tem uma vista fantástica para o lago e geleira, além de ser o ponto de vista mais próximo da parede de granito do Monte Fitz Roy e montanhas vizinhas.
Obs: recomenda-se planejar antes de fazer esta trilha, e sair com bastante tempo já que são 10 horas de caminhada, ida e volta, a menos que queira acampar no Poincenot.

Trilha da Laguna Capri

Laguna Capri e Fitz Roy ao fundo

A Laguna Capri oferece uma vista fantástica do lago de cor azulada, cercado por mata nativa, e o maciço Fitz Roy, ao fundo.
Localização: Parque Nacional Los Glaciares
Duração: 2 horas – 6 km (só de ida).
Altitude: 200 metros de diferença à partir de El Chaltén.
Quando ir: Mais indicado de outubro a maio (se informar sobre as condições da trilha no Centro de Visitantes do Parque Nacional).
Dificuldade: Qualquer pessoa que não seja muito sedentária pode fazer esta trilha. (não depende de guia).
Acesso:A trilha começa no final da cidade, seguindo pela Avenida San Martin (A maior parte da trilha é a mesma da Laguna Los Tres).

Trilha da Laguna Capri - El Chaltén
Trilha da Laguna Capri – El Chaltén

Percurso: Quase toda a extensão da trilha segue o mesmo caminho que vai para a Laguna Los Tres (cerca de 1,5 horas), até chegar a uma encruzilhada que indica o caminho, sendo que a Laguna Capri fica à esquerda e o Fitz Roy,à direita.
Obs: Chegando à Laguna Capri, caminhe um pouco mais à direita, em cima de uma rocha onde está a mais bela vista do local.
Obs: Se esta for sua única caminhada (se não for subir até a Laguna Los Tres) ande mais 15 minutos pelo caminho à direita, depois pegue a bifurcação novamente à direita (de volta para El Chaltén). Desta forma você voltará o último trecho por um caminho diferente e muito bonito passando pelo mirante do Fitz Roy.

Trilha da Laguna Torre

Esta caminhada leva até a Laguna Torre (lago com blocos de gelo), que fica em frente ao Glaciar Grande e o Cerro Torre, montanha de pedra pontiaguda com 3128 metros, uma das mais espetaculares da Patagônia e também mais difíceis de escalar.
Localização: Parque Nacional Los Glaciares
Duração: 4 horas – 12 km (só de ida).
Altitude: 200 metros de diferença à partir de El Chaltén.
Quando ir: Mais indicado de outubro a maio (se informar sobre as condições da trilha no Centro de Visitantes do Parque Nacional).
Dificuldade: Média, no caminho existem poucos trechos de subida, porém o caminho é bastante longo. (não depende de guia)

Laguna Torre - El Chaltén
Laguna Torre – El Chaltén

Acesso: A trilha começa no final da cidade, porém fica no lado oposto à trilha da Laguna Los Tres. Após subir a escadaria no final da Avenida José Antonio Rojo, siga à esquerda, onde há uma subida com a placa indicando.
Percurso: Após 15 minutos de caminhada se avista o belo canyon do rio Fitzroy. Após uma pequena subida, se chega no mirante da Cascata Margarida, que desce entre as montanhas. No meio do caminho, se chega a um ponto onde já se tem uma bela visão panorâmica do Cerro Torre e as agulhas de granito.

Laguna Torre e Cerro Torre ao fundo - El Chaltén
Laguna Torre e Cerro Torre ao fundo – El Chaltén

Após uma longa caminhada por uma área mais plana e depois acompanhando o leito do rio, se chega a uma encruzilhada, próxima ao acampamento DeAgostini, onde se tem a opção de permanecer durante a noite, e 15 minutos depois, após percorrer um trecho entre as pedras, se chega finalmente a Laguna Torre.
Nota: Se você chegar até a Laguna Torre e ainda tiver disposição. Na borda direita da lagoa, dá para subir na trilha entre as pedras até o Mirador Maestri, que fica mais próximo ao glaciar, num percurso de 30 minutos de subida.

Trilha da Piedra del Fraile y Glaciar Pollone

Esta caminhada leva a Piedra del Fraile, lugar fantástico com vista da face norte do monte Fitz Roy, e depois com um percurso adicional até a geleira Pollone, com paisagens de rocha e gelo.
Localização: Propriedade privada (Estância Ricanor)
Duração: 2 horas a partir da rota Provincial 41 até Piedra del Fraile. Para o Glaciar Pollone são mais 2 horas adicionais.
Altitude: (diferença de El Chaltén) 80 metros na Piedra del Fraile e 270 metros no Glaciar Pollone.
Quando ir: Mais indicado de novembro a abril (se informar sobre as condições da trilha no Centro de Visitantes do Parque Nacional).
Dificuldade: média

Piedra del Fraile - El Chaltén

Acesso: A partir da Rota Provincial 41, junto a ponte do rio Eléctrica, a 16 km de El Chalten.
Percurso: São duas horas de caminhada até chegar ao local de acampamento da Piedra del Fraile, onde se pode acampar durante a noite.
Para o Glaciar Pollone, o caminho continua até o lago Elétrico, depois pelo lado esquerdo do Rio Pollone até as geleiras que podem ser vistas à direita, na parte superior e o Fitz Roy à esquerda.
Obs: Para chegar até a ponte do rio Elétrica, onde se inicia a trilha, se pode pegar um taxi em El Chalten.

Trilha do Glaciar Piedras Blancas

Passeio até o Glaciar Piedras Blancas, um das geleiras mais baixas formadas pelo maciço Fitz Roy.
Localização: Parque Nacional Los Glaciares
Duração: 2 horas (só de ida)
Altitude:
Quando ir: Mais indicado de novembro a abril (se informar sobre as condições da trilha no Centro de Visitantes do Parque Nacional).
Dificuldade: fácil
Altitude: 100 metros de diferença à partir de El Chaltén.

Glaciar Piedras Blancas - El Chaltén

Acesso: A partir da rota provincial 41, pelo caminho que segue por cima do Rio Branco.
Percurso: O caminho começa na ponte sobre o Rio Branco e segue acompanhando o curso do rio, depois de duas horas se alcança o magnífico ponto de vista da geleira Piedras Blancas.
Deste ponto, há a opção de continuar o caminho que o leva até o acampamento Poincenot e a Laguna Los Tres (5 horas)
Obs: Para chegar à ponte sobre o Rio Branco (início da trilha) a melhor opção é contratar o serviço de táxis em El Chalten.
Uma boa opção é fazer o caminho de volta para El Chalten pelo acampamento Poincenot, voltando pela trilha da Laguna Los Tres.

Trilhas e excursões de El Chaltén – curtas

As trilhas curtas em El Chaltén são indicadas para quem se desloca de El Calafate, visita El Chaltén em um único dia, e ainda tem que voltar.

Mesmo as caminhadas curtas, que podem ser realizadas em pouco tempo, oferecem paisagens fantásticas da Patagônia.
Confira 4 trilhas curtas de El Chaltén:

Mirante dos Condores e da Águias (Mirador de Los Condores e Las Águilas)

Mirador de Los Condores e Las Águilas - El Chaltén
Mirador de Los Condores e Las Águilas – El Chaltén

Localização: Parque Nacional Los Glaciares
Duração: 1 hora (só ida).
Elevação: 100 metros de diferença à partir de El Chaltén.
Quando ir: o ano todo
Dificuldade: Fácil.

Acesso: O início da trilha se encontra, junto ao centro de visitantes, na entrada da cidade.
Descrição: É a caminhada curta curta mais procurada de El Chalten para quem está com pouco tempo. A trilha leva a dois mirantes que oferecem uma vista panorâmica fantástica da cidade e do vale do Rio de Las Vueltas, além de todo o conjunto de montanhas, Cerro Torre e Fitz Roy.

Percurso: A partir do centro de visitantes do parque, se segue pela trilha bem marcada, que sobe o morro localizado na entrada da cidade. No meio do caminho está a encruzilhada, sendo que a trilha da esquerda leva ao Mirador de Los Condores e o da direita, ao Mirador de Las Aguilas.

Cachoeira Chorrillo del Salto

Cachoeira Chorrillo del Salto - El Chaltén

Localização: Parque Nacional Los Glaciares
Duração: 1 hora (só de ida partindo de El Chaltén a pé ou 10 min, à partir da estrada, se for de carro).

Elevação: 10 metros de diferença à partir de El Chaltén.
Quando ir: Qualquer época do ano.
Dificuldade: Fácil.

Acesso: O acesso é pela estrada 41, para o Lago del Desierto e o início da trilha se encontra a aproximadamente 3 km, junto ao estacionamento ,com placas sinalizando.

Descrição: Esta trilha leva a uma bela cachoeira de 20 metros de altura entre as árvores, que no inverno pode ficar congelada. É uma boa opção para ir de bicicleta.

Percurso: Seguir até o final da A. San Martin, onde se inicia a estrada que dá acesso ao Lago del Desierto. Nesta estrada, são aproximadamente 3 km, até chegar ao início da trilha, junto ao estacionamento que fica à esquerda da estrada. Continuar pela trilha até chegar à cachoeira.

Canyon do Rio das Voltas (Cañadón del Río de Las Vueltas)

Cañadón del Río de Las Vueltas - El Chaltén

Localização: Parque Nacional Los Glaciares
Duração: 30 min de caminhada + 6 km pela Rota Provincial 41 asfaltada, que pode ser percorrido de carro ou bicicleta).
Elevação: 40 metros de diferença à partir de El Chaltén.
Quando ir: Qualquer época do ano.
Dificuldade: Fácil.

Acesso: Seguir pela rodovia asfaltada Rota Provincial 41 (único acesso da cidade) em direção ao Lago Viedma, até uma área demarcada com estacionamento à esquerda da estrada. A partir daí tem início a caminhada até o mirante do canyon.

Descrição: Ponto de vista natural localizado a beira do canyon com formações rochosas formadas pela ação do rio, com vista também do maciço de montanhas Torre e Fitz Roy.

Mirante da Cascata Margarida (Mirador de La cascada Margarita)

Mirador de La cascada Margarita - El Chaltén

Localização: Parque Nacional Los Glaciares
Duração: 40 minutos (só ida).
Elevação: 100 metros de diferença à partir de El Chaltén.

Quando ir: o ano todo
Dificuldade: Fácil.
Acesso: A trilha começa no final da cidade. Após subir a escadaria no final da Avenida José Antonio Rojo, siga à esquerda, onde há uma subida com a placa indicando.

Descrição: Mirante à beira do canyon do Rio Fitz Roy com vista panorâmica para o canyon, a cascata que desce da montanha em frente e parte dos maciços do Cerro Torre e Fitz Roy. Esta trilha é a primeira parte do caminho para Laguna Torre.

Percurso: A partir de El Chalten deve-se pegar a trilha para Laguna Torre, e após 15 minutos de caminhada, já se avista o belo canyon do rio Fitzroy. Após uma pequena subida e mais um trecho plano pela borda do canyon, se chega ao mirante da Cascata Margarida, que desce entre as montanhas. A continuação da trilha segue para o primeiro Mirador del Cerro Torre (mais 1 hora) e depois para Laguna Torre (mais 3 horas).

Mais sobre El Chaltén no Viagens e Caminhos
Informações gerais de El Chaltén
Relato de viagem à Patagônia

COMPARTILHAR
Jair Prandi
Editor, fotógrafo, videomaker, e influenciador digital do Viagens e Caminhos. Apaixonado por viagens com toques de aventura, criou esse blog de viagens para compartilhar suas experiências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here