Morretes é uma charmosa cidade entre a Serra e o Litoral do Paraná, repleta de casarões preservados e restaurantes, que servem o Barreado, prato típico da região.

O município conta com uma natureza privilegiada, cortada por mata Atlântica, rios, cachoeiras e pela Serra do Mar Paranaense, em um dos trechos mais preservados do Brasil, onde se encontra o Pico do Marumbi, com 1.539 metros de altura.

Morretes - Paraná
Orla do Rio Nhundiaquara – Morretes

Morretes atrai muitos turistas e especialmente moradores de Curitiba e região aos finais de semana, atraídos pelos muitos restaurantes, paisagens naturais e adeptos da prática de ecoturismo. A principais atrações urbanas se concentram na rua que costeia o rio Nhundiaquara e seu entorno.

Morretes - ParanáDepois de uma passagem rápida há alguns anos, voltamos com mais calma para curtir um pouco a cidade. Depois de nossa visita à Ilha do Mel, passamos direto por Paranaguá e Morretes para conhecer Antonina, outra cidade histórica da região.

Morretes - Paraná
Morretes – Paraná

Após, seguimos direto pela Estrada da Graciosa, uma das estradas mais bonitas do Brasil, que liga a planície litorânea à BR-116 no alto da serra e a capital, Curitiba. Passamos direto pela cidade porque no dia seguinte já estávamos programados para descer de Curitiba Morretes no passeio de trem mais bonito do Brasil.

O que fazer em Morretes

Casarões históricos

Casas históricas de Morretes

Morretes é uma cidade histórica do Paraná, fundada em 1733, e um de seus destaques são as diversas construções antigas bem preservadas espalhadas principalmente ao redor do rio Nhundiaquara. Os casarões abrigam, tanto o comércio local, como restaurantes e espaços culturais.

Rio Nhundiaquara e suas pontes

O belo rio Nhundiaquara nasce no alto da serra do Marumbi e deságua em Antonina, na Baía de Paranaguá. Próximo à Morretes, o rio oferece opções de atividades radicais, como o bóia-cross e trilhas para algumas cachoeiras.

Já na cidade, o rio forma um belo cenário entre pontes, casarões e a bela vegetação. Outras atrações são as pontes da cidade, como a Ponte Velha, ponte metálica que une os dois lados do rio e complementa a paisagem.

O rio Nhundiaquara é também local de prática de Boia cross. Os passeios acontecem na localidade de Porto de Cima, a 6 km do centro, em um percurso que dura cerca de 1:30 h, até a Ponte de Ferro.
A Lucila do blog Viagem Cult conta em detalhes como é o passeio de boia cross rio Nhundiaquara.

Estrada da Graciosa

Estrada da Graciosa - Serra do Mar - ParanáA estrada da Graciosa é um trecho sinuoso que liga Curitiba a Antonina e passa por uma área da Serra do Mar bem preservada de Mata Atlântica. O trecho é muito bonito, com vários mirantes e áreas com quiosques para lanche e descanso.
Saiba mais sobre a Estrada da Graciosa.

Passeio de trem Morretes – Curitiba

Trem Curitiba Morretes
Passando pela ponte São João

Considerado o mais belo passeio de trem do Brasil, esse passeio pode ser feito tando no sentido Curitiba Morretes, como no sentido contrário. O passeio passa por paisagens fantásticas da Serra do Mar Paranaense, por várias pontes, viadutos, túneis, penhascos e cachoeiras.
O trem sai de Curitiba as 8:15 h, chega a Morretes as 1:15. À tarde parte de Morretes as 15:00 e chega em Curitiba as 18:00 h.
Fizemos o passeio, descendo a serra, no sentido Curitiba a Morretes, confira como foi nossa viagem no passeio de trem mais bonito do Brasil.

Ponte Velha - Morretes
Ponte Velha – Morretes

Como chegar a Morretes

De trem

Se optar por descer de trem a partir de Curitiba, em um bate e volta você terá cerca de 3 horas para conhecer a cidade, o que já é suficiente, já que as atrações estão todas agrupadas.
Quem leva é a Serra Verde Express, que também pela Estrada da Graciosa.
Se comprar só o bilhete de ida com o trem, há opções para voltar de van ou ônibus. As vans já oferecem o serviço na estação ferroviária de Morretes.
Se optar por voltar de ônibus, compre a passagem, já na chegada, a rodoviária fica dois quarteirões à direita da praça, em frente a ferroviária. Há opções entre as 14:30 h e 17:00 h.

De carro

A partir de Curitiba, o percurso mais rápido é pela BR-277, toda duplicada, depois acessar a PR-408. São 68 km no total.
A outra opção é a Estrada da Graciosa (72 km no total), onde o primeiro trecho (metade da estrada) é pela BR-116. Este é o melhor acesso para quem vem de São Paulo.
Para quem vem do litoral do Paraná ou Santa Catarina, o acesso é pela PR-518, BR-277, depois PR-408, rodovias que também dão acesso a Paranaguá.

De ônibus

A Viação Graciosa é a empresa que faz o trajeto Curitiba – Morretes, percurso com duração e preço aproximadamente 1h30 e preços entre R$ 20 e 30.

Onde ficar em Morretes

Não nos hospedamos em Morretes, mas há opções variadas, consulte as ofertas de hotéis e pousadas na cidade.

Onde comer em Morretes

Restaurante em MorretesO que não falta na cidade, são opções de restaurantes, principalmente na orla do rio, onde há vários que oferecem uma bela vista panorâmica.

BarreadoA principal iguaria é o famoso Barreado, prato preparado em panela de barro com pedaços de carne, vários temperos e farinha de mandioca, que fica por várias horas em cozimento. Os principais acompanhamentos do prato são: farinha de mandioca, banana e arroz.
Se preferir apenas uma prova desse prato, nos restaurantes que oferecem buffet, sempre tem.
Além dos restaurantes, há várias bancas que vendem deliciosas balas de banana, bananas chips e outros produtos como cachaça e mel.

Mais Viagens e Caminhos no Paraná e região
Destinos que visitamos no Paraná
O que fazer em Curitiba – 30 pontos turísticos

COMPARTILHAR
Jair Prandi
Editor, fotógrafo, videomaker, e influenciador digital do Viagens e Caminhos. Apaixonado por viagens com toques de aventura, criou esse blog de viagens para compartilhar suas experiências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here