O que fazer em Belo Horizonte: 28 Pontos turísticos, roteiro e dicas

Conheça 28 pontos turísticos de Belo Horizonte, roteiro e dicas da cidade.

9111
O que fazer em Belo Horizonte - Mirante das Mangabeiras

Belo Horizonte é a terceira maior cidade do Brasil e oferece belas atrações turísticas espalhadas pela cidade e arredores.

Neste post iremos mostrar os principais pontos turísticos de Belo Horizonte e sugerir um roteiro de 1 ou 2 dias. Saiba como chegar, quando ir, e onde se hospedar na cidade.

A cidade conta com um notável circuito cultural espalhado no entorno da Praça da Liberdade e também no Conjunto Arquitetônico da Pampulha. Na parte alta da cidade, os parques e mirantes oferecem belas paisagens, como o Mirante de Mangabeiras, com uma vista espetacular do centro.

A cidade de Belo Horizonte foi parte de nosso roteiro em Minas Gerais, onde também visitamos: Capitólio, A gruta Reio do Mato, gruta Maquiné e gruta Lapinha, além da Serra do Cipó e Cachoeira do Tabuleiro.

Igreja de São Francisco de Assis, na Pampulha
Igreja de São Francisco de Assis, na Pampulha

Guia de Belo Horizonte: Navegue pelo post

Praça da liberdade - Belo Horizonte
Praça da liberdade, coração de BH

Quando ir a Belo Horizonte – Minas Gerais

Belo Horizonte é um destino para ser visitado o ano todo. A cidade possui clima agradável, sem temperaturas extremas durante o ano. As temperaturas mínimas (no inverno) são de 10°C e as máximas (no verão) vão a 28°C.

O que pode atrapalhar os passeios são as chuvas. O clima de Belo Horizonte tem estações bem definidas, com verão quente e úmido e inverno seco. Se você quiser correr menos risco, escolha meses com menor incidência, conforme a tabela abaixo.

  • Período mais seco: De maio a setembro, com média mensal de apenas 15 mm.
  • Período mais chuvoso: De novembro a janeiro, com média mensal de 270 mm de precipitação.
  • Períodos intermediários: Fevereiro, março, abril e outubro, com média mensal de 128 mm.

Para os fãs da gastronomia, a melhor época para visitar Belo Horizonte é durante o festival “Comida di Buteco”, que acontece entre os meses de abril e maio.

O que fazer em Belo Horizonte
Foto de Belo Horizonte, tirada do Mirante das Goiabeiras no mês de outubro.

Como chegar a Belo Horizonte MG

De avião

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte – Confins é a principal porta de entrada para chegar a Belo Horizonte. Localiza-se a 40 km do centro de BH, e recebe voos de todas as regiões do Brasil.

Do aeroporto ao centro

O trajeto do aeroporto ao hotel, no centro de Belo Horizonte pode levar até 1 hora. As opções são de ônibus, táxi, Uber, ou carro alugado.

A maneira mais barata neste deslocamento é o ônibus da Conexão Aeroporto. Os preços são de R$14,15 em ônibus convencional e R$30,75 em ônibus executivo (valores de 2020). O problema é que para apenas em pontos determinados do centro de BH e não leva de hotel m hotel.

De carro alugado

Como fizemos um roteiro incluindo outros destinos de Minas Gerais, alugamos um carro, que reservamos com antecedência e pegamos no aeroporto.

Alugue um carro para sua viagem
Compare várias locadoras simultaneamente, com a RentCars e encontre o melhor preço! Reserve online, com antecedência para garantir bons preços!
Faça sua cotação e reserve aqui!

De carro próprio

Para quem chegar a Belo Horizonte de carro, as principais rodovias de acesso são as seguintes:

  • BR-381 – São 590 km partindo de São Paulo em trecho todo duplicado.
  • BR-040 – São 440 km partindo do Rio de Janeiro em trecho todo duplicado. Para quem vem de Brasília, no sentido contrário são 740 km pela mesma rodovia, em pista simples.
  • BR-262 – Para quem parte de Vitória, no Espírito Santo, são 522 km em rodovia de pista simples.

De ônibus

É uma boa opção para quem mora nas outras capitais mais próximas. A Rodoviária de Belo Horizonte está localizada bem no centro da cidade.

  • A linha de São Paulo a Belo Horizonte é operada pela Viação Cometa. O tempo de viagem é em torno de 8h e preço é a partir de R$120.
  • A linha do Rio de Janeiro a BH é operada pelas empresas Viação Cometa e Util. A viagem tem duração de 7h e custa a partir de R$75.

Onde ficar em Belo Horizonte

Hotel Royal Boutique Savassi - quarto
Nosso quarto no Hotel Royal Boutique Savassi

Recomendamos se hospedar no centro de Belo Horizonte, nas proximidades da Praça da Liberdade. Esta área concentra várias atrações facilitando montar um roteiro pelos pontos turísticos. Esta região também concentra muitos bares e restaurantes.

Onde comer em Belo Horizonte

A cidade é muito grande e há opções por todos os lados. O centro de BH é repleto de opções gastronômicas, sendo uma das melhores localizações para comer. Outro ótimo lugar é no Mercado central de BH, repleto de cafés e restaurantes.

Onde comer em Belo Horizonte
Restaurante Esquina Ramalhete

Encontramos, por acaso, um restaurante excelente para almoçar em Belo Horizonte. Estávamos descendo do Mirante de Mangabeiras para o centro da cidade pela Avenida Afonso Pena quando avistamos o restaurante na esquina com a Rua Ramalhete.

O Restaurante Esquina Ramalhete serve buffet livre ou a quilo, por um bom preço, muita variedade e comida excelente, recomendo!

O que fazer em Belo Horizonte – Parques e praças

Praça da Liberdade

Praça da liberdade - Belo Horizonte

Localizada no coração da cidade, na região do Savassi, a praça da Liberdade oferece um complexo paisagístico e arquitetônico esplêndido.

Além das árvores e do belo jardim, a praça é cercada de belos prédios históricos e museus, onde se encontram 4 importantes avenidas de Belo Horizonte.

Datada de 1897, a praça possui uma rua central (só para pedestres) delineada por belas palmeiras e jardins. Conta também com um grande chafariz, um coreto e alguns monumentos, além das belas construções ao seu redor.

O circuito cultural da Praça da Liberdade é um dos maiores complexos do gênero do país. É formado por 10 espaços culturais que integram arte, cultura popular, conhecimento e entretenimento e ficam no entorno da praça ou nas proximidades.

Praça da Assembleia (Carlos Chagas)

Praça da Assembleia - Belo Horizonte
Vista aérea da Praça da Assembleia – Crédito: Portal Minas Gerais

A praça Carlos Chagas, mais conhecida como praça da Assembléia fica no centro sul do centro de Belo Horizonte. Possui jardins projetados por Burle Marx e alguns marcos importantes, formando um belo cenário.

Em frente à praça fica o imponente Palácio da Inconfidência (sede da Assembleia Legislativa de Minas Gerais). Em meio à praça fica a igreja de Nossa Senhora de Fátima e outro marco importante é o monumento 20 anos Diretas.

Lagoa da Pampulha

Lagoa da Pampulha - Belo Horizonte
Lagoa da Pampulha

A Pampulha é o cartão postal mais conhecido de Belo Horizonte. Localizada a cerca de 10 km do centro, a lagoa possui em seu entorno, um belo conjunto de construções urbanísticas.

As obras de Oscar Niemeyer marcaram profundamente o espaço urbano local que o tornou um espaço de turismo, lazer e prática de esportes na capital mineira.

Praça do Papa

Praça do Papa - Belo Horizonte

Localizada na parte alta da cidade, a praça Israel Pinheiro, mas conhecida como Praça do Papa, oferece um belo visual e vista panorâmica da cidade. Cercada pela Serra do Curral, a praça foi palco de uma missa campal rezada pelo Papa João Paulo II em 1980.

Mirante das Mangabeiras

Mirante das Mangabeiras - Belo HorizonteLocalizado na parte mais alta do bairro das Mangabeiras, o mirante fica em uma área de preservação ao lado do parque das Mangabeiras.

O mirante possui 2 decks de madeira de onde se tem uma magnífica vista panorâmica do centro da cidade, local perfeito para belas fotos. As fotos pela manhã até o início da tarde oferecem uma imagem mais nítida, já no final da tarde, o destaque é o pôr do sol que baixa sobre os prédios da capital.

A visita ao mirante é gratuita e imperdível. A foto acima foi tirada no início da tarde.

Parque das Mangabeiras

Parque das Mangabeiras
Crédito: Prefeitura de belo Horizonte

O Parque das Mangabeiras localiza-se aos pés da Serra do Curral, uma área preservada de 2,4 milhões de m². Em meio a área preservada fica o parque, projetado pelo paisagista Roberto Burle Marx.

Mangabeiras é um belo lugar para fugir do agito da grande BH e curtir a natureza, praticar esportes, ou simplesmente para descansar.
O parque oferece belos recantos naturais, trilhas, quadras de esportes, brinquedos e atividades culturais.

Abre de terça a domingo, das 8 às 17 horas.
Entrada gratuita.

Parque da Serra do Curral

Mirante no Parque da Serra do Curral
Mirante da Serra do Curral – Crédito: Pedro Vilela / MTur

Inaugurado em 2012, o Parque da Serra do Curral é um espaço para contato com a natureza na montanha. O espaço oferece trilhas e mirantes no topo da montanha, que proporcionam belas vistas da Região Metropolitana de Belo Horizonte e das montanhas.

A Serra do Curral, patrimônio nacional tombado pelo IPHAN. Há
10 mirantes distribuídos na área do parque que o visitante pode chegar através de caminhada livre.

O Parque abre de terça a domingo, das 8h às 17h (com entrada permitida até as 16h), podendo alterado em condições climáticas desfavoráveis. A entrada é gratuita.

Parque Municipal Américo Renné Giannetti

Parque Américo Renné Giannetti
Vista aérea do parque – Crédito: Pedro Vilela / MTur

O Parque Municipal Américo Renné Giannetti é o patrimônio ambiental mais antigo da capital. Foi inaugurado em 1897, mesmo ano da fundação da cidade de Belo Horizonte.

Com área de 182 mil m², o parque localiza-se no centro da cidade, uma importante área verde e de lazer. O parque possui árvores centenárias de espécies nativas e exóticas, além de um lago.

Oferece também monumentos históricos, equipamentos e quadras esportivas, além de outras opções de lazer.

Abre de terça a domingo, das 6h às 18, com entrada gratuita.

Zoológico de Belo Horizonte e Jardim Botânico

Zoológico de Belo Horizonte
Gorilas no Zoo de BH – Crédito: Divulgação

O zoológico e o jardim botânico de Belo Horizonte dividem uma grande área na Pampulha. Na área também funciona o aquário da Bacia do Rio São Francisco e a reserva ecológica da Pampulha.

É uma grande área verde para observação dos animais e plantas em geral. É também um espaço para caminhadas junto à natureza.

Abre de terça a domingos, incluindo feriados, das 8 às 17 h.
Preços do Zoo: Terça a sexta (R$5,10), aos sábados (R$6,40), domingos e feriados (R$10,30).
Preço do aquário: R$7,70 (valores de 2020).

Parque Guanabara

Parque Guanabara - Belo Horizonte
Foto de divulgação do parque

O parque Guanabara é um parque de diversões fixo que oferece um bom número de brinquedos e atrações. Possui brinquedos variados para crianças e adultos, incluindo brinquedos radicais como a torre de queda livre.

O parque se localiza em frente a Igreja de São Francisco e do Lago da Pampulha. A entrada custa R$2 e o preço da cada brinquedo varia de R$4,25 a R$8. Funciona aos sábados, domingos e feriados.

Outros parques de belo Horizonte

Além dos citados acima, BH oferece diversos outros parques: Parque Guanabara, Parque Professor Amílcar, Vianna Martins, Parque Ecológico Padre Alfredo Sabetta, Parque Ecológico Roberto Burle Marx, Parque Carlos de Faria Tavares, Parque Ecológico Vida e Esperança do Tirol, Parque das Nações, entre outros…

Igrejas de Belo Horizonte

Igreja São Francisco de Assis

Igreja São Francisco de Assis - Belo Horizonte
Construída em 1945, a Capela São Francisco de Assis, mais conhecida como Igrejinha da Pampulha, foi projetada por Oscar Niemeyer, considerada uma grande inovação arquitetônica na época.

Seu interior abriga também belas obras de arte como a Via-Sacra, composta por 14 painéis de Cândido Portinari e os jardins assinados por Burle Marx.

A Igrejinha da Pampulha é também um dos mais conhecidos “cartões postais” de Belo Horizonte.

Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem de Belo Horizonte

Catedral Boa Viagem - Belo Horizonte
Crédito: Andrevruas / Fonte: Wikimedia Commons

A Catedral atual foi inaugurada em 1923, em estilo neogótico. Abriga um belíssimo conjunto arquitetônico e um belo ambiente paisagístico com valor histórico, artístico e cultural.

A Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem se localiza no coração de Belo Horizonte e impressiona por sua imponência. A praça ao seu redor ocupa uma quadra inteira.

Basílica Nossa Senhora de Lourdes

Igreja de Lourdes - Belo Horizonte
Crédito – Paulo Schaun / Fonte: Maps

A Basílica de Nossa Senhora de Lourdes, ou simplesmente Igreja de Lourdes, é uma imponente igreja de belo Horizonte. Teve sua construção concluída em 1923, mesmo ano que a catedral da Boa Viagem.

Em 1958, foi elevada à categoria de basílica por ato do Papa Pio XII. É composta por três naves e possui 47 metros de comprimento e 17 de largura. Uma pena que a igreja não possui um espaço mais amplo em seu redor, pois fica meio que escondida entre outras construções.

Igreja São José

Igreja São José - Belo Horizonte
Crédito – Emerson Robert Souza Silva / Fonte: Maps

A Igreja São José é uma belíssima igreja em estilo neomanuelino, também localizada no centro de Belo Horizonte. É um dos mais notáveis monumentos construídos na capital BH.

Sua construção foi iniciada em 1902 e finalizada no ano de 1910. Vista de cima a igreja possui formato de cruz, tem 60 metros de comprimento e 19 de largura. A decoração em seu interior possui belíssimos detalhes artísticos e arquitetônicos.

O que fazer em Belo Horizonte – Museus e espaços culturais

Museu da Arte da Pampulha

Museu da Arte da Pampulha - Belo Horizonte
Também projetado por Oscar Niemeyer, o prédio foi inaugurado na década de 1940 para ser um cassino, durante a administração do prefeito Juscelino Kubitschek. Hoje o prédio abriga o Museu de Arte da Pampulha (MAP).

Os jardins externos foram criados pelo paisagista Burle Marx e as estátuas são obras de Ceschiatti, Zamoiski e José Pedrosa.
Durante nossa visita havia uma exposição bem sem graça, mas considero que vale a visita externa para fotos. A entrada é gratuita.

Casa do Baile

Casa do Baile - Belo Horizonte
Crédito: Pedro Vilela / MTur

Construído em 1943 para ser uma casa de dança, o edifício da Casa do Baile, projetado por Oscar Niemeyer, se tronou um ícone arquitetônico. Faz parte do Conjunto Arquitetônico tombado como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco.

As linhas curvas da Casa do Baile, características do famoso arquiteto, combinam com as curvas do lago da Pampulha, onde está localizado. O local é rodeado por belos jardins projetados por Burle Marx e abrigada exposições temporárias.

Abre terça e quarta, das 9h às 18h; quinta, das 9h às 21h; sexta a domingo, das 9h às 18h. Entrada franca.

Memorial Minas Gerais

Memorial Minas Gerais - Belo Horizonte
Instalado no prédio histórico de 1897 que foi Secretaria de Estado da Fazenda, o Memorial de Minas Gerais reúne manifestações contemporâneas, populares e folclóricas. O museu interativo constitui elementos que representam a identidade mineira, dividido em 31 espaços de exposição com trabalhos de artistas regionais.

Fica em frente à Praça da Liberdade e a entrada é gratuita.
Horário de Funcionamento:
De terça a sábado, das 10h às 17h30 (na quinta fica aberto até as 21h30). Domingo das 10h às 15h30.

Museu das Minas e do Metal

Museu das Minas e do Metal - Belo Horizonte
Também conhecido como MM Gerdau, o Museu das Minas e do Metal também funciona em um belo prédio histórico que foi Secretaria de Estado da Educação. O museu abriga um acervo com amostras de pedras e metais e informações sobre mineração e metalurgia.

O edifício foi totalmente restaurado e adequado ao projeto. Com auxílio da tecnologia mostra o universo das rochas e os processos de transformação dos minérios. Os visitantes podem interagir em ambientes virtuais preparados para isso.

Entrada gratuita. Fica em frente à Praça da Liberdade.
Horário de Funcionamento: 3ª a dom. das 12h às 18h, 5ª das 12h às 22h.

Centro Cultural Banco do Brasil

Centro Cultural Banco do Brasil - Belo Horizonte
O grande e belo prédio de 6 andares foi inaugurado em 1930 para sediar a antiga Secretaria de Segurança do Estado. Após ser cedido ao Banco do Brasil passou por uma ampla restauração e se tornou a quarta unidade do Centro Cultural Banco do Brasil no país.

O próprio edifício se destaca tanto na parte externa como interna.
Possui duas salas de exposição permanente, teatro, salas multiuso, além de ambientes de convivência, lazer, alimentação e loja.

Horário de Funcionamento: 4ª a 2ª das 9h às 21h. Entrada gratuita.

Museu de Artes e Ofícios e Praça Rui Barbosa

Museu de Artes e Ofícios - Belo Horizonte
Crédito: Maicon Buhater / Fonte: Wikimedia Commons

O belo prédio onde o museu está instalado e a praça à sua frente já valem a visita pelo cenário externo. É o primeiro museu brasileiro dedicado integralmente ao tema do trabalho, artes e ofícios no país.

O museu de Artes e Ofícios está instalado no conjunto histórico da antiga Estação Central da Estrada de Ferro Central do Brasil, na Praça Rui Barbosa. Hoje funciona a estação central do metrô no local.

Sua coleção mostra máquinas, ferramentas e objetos da era pré-industrial, assim como os fazeres, artes e ofícios que deram origem às profissões.

Abre de quarta a sexta, das 11 às 17 h, aos sábados e feriados, das 9 ás 17 h. Não abre nas segundas e domingos, nas terças, somente sob agendamento.
Entrada gratuita.

Museu Mineiro

Museu Mineiro - Belo Horizonte
Foto de divulgação do museu

O Museu Mineiro oferece um importante acervo de períodos distintos da história do Estado de Minas Gerais. Edificado no final do século XX, o prédio do museu possui belo estilo arquitetônico.

O acervo do Museu Mineiro se divide em 46 coleções e cerca de 3500 objetos que documentam os períodos distintos da cultura mineira. Destacam-se peças de arte sacra, mobiliário, pinturas, esculturas, entre outros.

Abre de terça a domingo, das 12h às 19h. Entrada Gratuita

Museu de Ciências Naturais PUC Minas

Museu das Ciências Naturais PUC Minas
Crédito: Roberto Murta / Fonte: Wikimedia Commons

O museu de Ciências naturais PUC Minas conta com um acervo paleontológico de mais de 70 mil exemplares. Seu acervo de coleções científicas da fauna e da flora foi reunido ao longo de mais de 35 anos de pesquisas.

Exibe coleções de fósseis (Paleontologia), da fauna brasileira atual de mamíferos (Mastozoologia), aves (Ornitologia), répteis e anfíbios (Herpetologia), peixes (Ictiologia), animais invertebrada e botânica, além dos setores de Arqueologia, Astronomia e Bioacústica.

Abre de terça a sábado, das 9 às 17 h. O ingresso custa R$10.
Saiba mais sobre o Museu das Ciências Naturais PUC Minas pelo blog Chicas Lokas.

Museu Histórico Abílio Barreto

Museu histórico Abílio Barreto
Crédito: prefeitura municipal de Belo Horizonte

Inaugurado em 1943, o Museu Histórico Abílio Barreto é dedicado à história de Belo Horizonte. Localiza-se no bairro Cidade Jardim, em um casarão secular de 1883, sede da antiga Fazenda do Leitão.

Na área externa do museu estão expostos os acervos de grande porte. Conta com uma locomotiva a vapor, um bonde elétrico, um coche e carro de boi, entre outros.

Horário de funcionamento:
Exposições internas: Terça, sexta, sábado e domingo, das 10h às 17h; quartas e quintas, das 10h às 18h30
Área Externa: terça, sexta, sábado e domingo, das 7h às 18h; quartas e quintas, das 7h às 18h30
Entrada gratuita

Outros pontos turísticos de Belo Horizonte

Mercado Central de Belo Horizonte

Mercado Central de Belo Horizonte
O Mercado Central de BH tem mais de 80 anos de história, possui mais de 400 lojas, estacionamento próprio. Atrai turistas e a população local com sua enorme mistura de produtos: Aromas, sabores, crenças, cores, artesanato, pets, e amostras de todo tipo da cultura mineira são encontrados por lá.

O mercado central de BH é também um ótimo lugar para comer, repleto de bares, cafés e restaurantes.

Horário de funcionamento:
De segunda a sábado, das 7h às 18h
Domingos e feriados, das 7h às 13h.

Estádio Mineirão

Mineirão - Belo Horizonte
Pela grandiosidade e sua história (inclusive o trágico 7×1 da Copa), o Mineirão é uma atração obrigatória para quem visita Belo Horizonte.

Inaugurado em 1965 e totalmente reformado em 2012, o estádio público do Mineirão tem atualmente, capacidade para 63 mil espectadores. Possui um programa de visitas guiadas pelos principais setores do estádio, além da visita ao museu do Futebol.

As visitas acontecem nos seguintes horários:
Terças: Das 9h às 20h, de hora em hora
De quartas à sextas: Das 9h às 17h, de hora em hora
Sábados e domingos: Das 9h às 13h, de hora em hora
Preço: R$ 20,00
Mais informações no site do Mineirão

Palácio da Liberdade

Palácio da Liberdade - Belo Horizonte
Sede do Governo de Minas Gerais, o Palácio da Liberdade é um dos principais cartões postais de Belo Horizonte. Sua construção datada de 1895 mantém o aspecto original e encanta os visitantes, principalmente em sua parte interna.

As visitas guiadas gratuitas eram oferecidas nas manhãs de domingo, mas estão suspensas por tempo indeterminado. De momento só é possível fotografar sua área externa.

Torre Alta Vila

Torre Alta Vila
Crédito: Rozembergue Nonimato / Fonte: destinos Notáveis

A Torre Alta Vila foi construída em estilo futurista e lembra um pouco a Torre de TV de Curitiba. Fica em um dos pontos mais altos da cidade de Nova Lima, região metropolitana de BH, na divisa do município de Belo Horizonte.

A torre é de aço e possui 101 metros de altura. Oferece uma vista, de 360° de Belo Horizonte, cidades vizinhas, e algumas montanhas da região. A visita custa R$ 10,00 e funciona diariamente, das 09 às 21 horas.

Para mais informações leia o post do blog Destinos Notáveis sobre a Torre Alta Vila.

Mapa de Belo Horizonte

Roteiro em Belo Horizonte

Para visitar todas estas atrações são necessários pelo menos 2 dias na cidade. É possível conhecer parte das atrações em 1 dia. Porém se não estiver de carro será preciso ainda mais tempo.

Confira as ideias de roteiro pela cidade:

Roteiro de 1 dia

  • Comece visitando as trações da Pampulha: Igreja São Francisco, Museu da Arte e Casa do Baile. Depois siga para o Mineirão, lá perto.
  • Ao meio dia visite o Mercado Central e já almoce por lá.
  • No início da tarde vá até a Praça do Papa e o Mirante das Goiabeiras.
  • Gaste o resto da tarde visitando as atrações ao redor da Praça da Liberdade: Museu Minas Gerais, Museu das Minas e do Metal e Centro Cultural Banco do Brasil.

Roteiro de 2 dias

  • No segundo dia inicie o roteiro visitando o Parque Américo Renné. Depois visite o Museu das Artes e Ofícios.
  • Na sequência conheça as 3 igrejas do centro.
  • Almoce no centro, depois siga para a Praça da Assembleia e ao Museu Histórico Abílio Barreto.
  • Suba até o mirante da Serra do Curral ou das Mangabeiras para curtir o pôr do Sol.

Mais sobre esta viagem à Minas Gerais:

Onde se hospedar em Belo Horizonte – Hotel Royal Savassi

O que fazer em Capitólio – Principais atrações

O que fazer na Serra do Cipó


VIAJE GASTANDO POUCO! FAÇA AS SUAS RESERVAS AQUI! Estas são as empresas parceiras de confiança que utilizamos para montar nossas viagens!
       

PACOTES DE VIAGENS HURB. Pacotes de viagens baratos para os melhores destinos do Brasil e do Mundo. Pague em até 12x.

       

HOSPEDAGEM - BOOKING. Melhor site de hospedagem, com os melhores preços! Reserve com antecedência. Cancele, se precisar.

    

ALUGUEL DE CARRO - RENTCARS. Compare o preço de locadoras em todo o mundo pelos melhores preços! Reserve e pague em Reais, sem IOF.

       

SEGURO VIAGEM – SEGUROS PROMO. É obrigatório na Europa e recomendado nas viagens. É barato e previne gastos. Saiba mais!

     

PASSEIOS PELO MUNDO – GET YOR GUIDE - Programe seus passeios, atividades e compre ingressos para destinos de todo o mundo.

Jair Prandi
Editor, fotógrafo e videomaker do Viagens e Caminhos. Apaixonado por viagens com toques de aventura, criou esse blog para compartilhar suas experiências e ajudar os leitores a viajarem melhor.

6 COMENTÁRIOS

  1. Eu passei muito rápido por Belo Horizonte, mas adorei conhecer a cidade. Pretendo voltar com mais calma para aproveitar mais. Eu adoro as cidades mineiras!

  2. Tanta coisa legal em BH, né? A última vez que eu fui, fiz quase esse mesmo roteiro 🙂 Achei o museu do Mineirão bem legalzinho e a visita bem massa! Tirei altas fotos 🙂

    Mas imperdível mesmo é o fígado com jiló no mercado..AMOOOO!

  3. Bem legal o roteiro de vocês por BH. Sou mineiro de Belo Horizonte e há mais de 10 anos moro em outra cidade. Sempre que visito BH dou uma turistada e locais que mais gosto são o Mirante e Parque das Mangabeiras. Quem tiver tempo vale muito a pena conhecer o parque inteiro, tem até um ônibus que circula lá dentro, que pode ser usado para agilizar a visita.

  4. Já fui algumas vezes a BH mas ainda faltam muitas atrações do seu roteiro para eu conhecer! Sempre que vou lá é a trabalho e acaba que nem passeio direito 🙁
    Tenho que voltar à capital mineira para conhecê-la melhor melhor, viu?
    Abraços e parabéns pelo roteiro! Tá completíssimo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here