Relato e roteiro de 7 dias em Minas Gerais, onde visitamos Capitólio, Belo Horizonte, Circuito das Grutas Peter Lund, a Serra do Cipó e a Cachoeira do Tabuleiro, em 7 dias.

Essa foi nossa terceira passagem por Minas Gerais, nas outras duas visitamos Ouro Preto, Mariana, Congonhas e fizemos a Trilha do Pico da Bandeira.
Também escrevemos posts detalhados sobre cada destino dessa viagem, para mais informações e fotos, acesse os links do texto.

Mapa do roteiro de 7 dias em Minas Gerais

Confira no mapa abaixo o trajeto de nossa viagem, onde rodamos cerca de 1400 km.

Viagem de ida – De Vacaria a Capitólio – 1º dia

Nossa base foi a capital, Belo Horizonte, onde chegamos através do aeroporto de Confins, pegamos um voo de Caxias do Sul para BH, com conexão em São Paulo e chegamos por volta das 15:00 horas. Alugamos uma carro na Localiza do aeroporto Confins e seguimos direto para Capitólio, onde chegamos por volta das 19:30 horas.

Cânion de Furnas - Capitólio - Drone Viagens e Caminhos
Cânion de Furnas – Imagem: Drone Viagens e Caminhos

Em Capitólio ficamos 2 noites no Hotel Balneário do Lago, o qual recomendo, hotel muito completo com uma super estrutura localizado a 10 km da cidade no sentido das principais atrações.

Capitólio – 2º dia

O segundo dia foi dedicado a visitar várias atrações de Capitólio. Como ficamos apenas 2 dias no destino tivemos que escolher os pontos turísticos que nos pareceram mais atraentes.

Barragem de Furnas e Cachoeira Filó

Barragem de Furnas - Minas Gerais
Barragem de Furnas – Minas Gerais

Fomos conhecer a Barragem (37 km do centro) que forma o Lago de Furnas que tem mais de 100 km de extensão e forma belos cenários, onde acontece os passeios de barco e lancha. Depois fomos conhecer, ali perto, a Cachoeira Filó, atração gratuita a poucos metros da Rodovia MG-050.

Cascata Ecoparque

Voltando um pouco, paramos na margem da rodovia e enviamos nosso drone até a Cascata Eco Parque para fotografar, é uma atração paga que não pudemos visitar por falta de tempo, mas não deixamos de trazer nossas imagens.

Cânion de Furnas e Cascata Diquadinha

Mirante do Cânion de Furnas
Mirante do Cânion de Furnas

A próxima parada foi a atração mais conhecida de Capitólio, o Cânion de Furnas, local que tornou o destino muito conhecido nacionalmente nos últimos anos com a imagem clássica da foto na borda do penhasco. A atração é gratuita com uma trilha de apenas 250 metros a partir da rodovia. Fotografamos muito e também enviamos o drone, 500 metros até conseguir uma imagem bem ampla do belo cânion com água esverdeada.

Capitólio - Cachoeira Diquadinha
Cachoeira Diquadinha 2

Após a visita ao cânion atravessamos a rodovia e pegamos a trilha das duas cachoeiras Diquadinha. São apenas 300 metros até a primeira cachoeira e 500 metros até a segunda, ambas com água extremamente cristalina.

Passeio de lancha pelo Lago de Furnas

Capitólio - Cânion Cascatinha
Cânion Cascatinha

Após almoçar no restaurante do Turvo, próximo à ponte, fomos fazer o tradicional passeio de lancha pelo Lago de Furnas, passeio de 3,5 horas que nos leva a algumas atrações, que são: Vale dos Tucanos, Cânion Cascatinha, Cânion de Furnas e Cachoeira da Lagoa Azul, em todos estes lugares tem parada para banho.
Voltamos ao hotel e ainda deu tempo para relaxar na piscina.

Capitólio e volta a Belo Horizonte – 3º dia

Trilha do Sol

Capitólio - Cachoeira no Limite
Cachoeira no Limite

No terceiro dia pela manhã fomos fazer a trilha do Sol, uma atração particular que contempla uma trilha de 4 km no total que leva a 3 cachoeiras, pequenos cânions e belos cenários naturais. As cachoeiras na sequência, são: Cachoeira No Limite, Cachoeira do Grito e Poço Dourado, todas com água extremamente cristalina.

Saiba tudo sobre Capitólio, em detalhes.

Viagem de Capitólio a BH

Voltamos ao hotel, recolhemos nossas malas e seguimos para Belo Horizonte, onde chegamos à tardinha no Hotel Royal Savassi, onde ficamos hospedados por duas noites, um ótimo hotel localizado no centro, ainda deu tempo para dar uma caminhada na Praça da Liberdade.

Praça da liberdade - Belo Horizonte
Praça da liberdade – Belo Horizonte

Belo Horizonte – 4º dia

Mercado Central

O quarto dia foi dedicado a conhecer os principais pontos turísticos de Belo Horizonte. A ideia almoçar no Mercado Central, porém o dia amanheceu chovendo e mudamos nosso roteiro, visitamos o mercado primeiro por 2 motivos: Por ser uma atração coberta e para comprar um guarda-chuva.

Estádio Mineirão

Mineirão - Belo HorizonteDepois de conhecer o Mercado que possui mais de 400 lojas, seguimos para o Mineirão, ao chegar parou de chover e acabamos nem usando o guarda-chuva. Fizemos a visita guiada no interior do estádio, com duração de 1 hora, depois seguimos para Pampulha.

Pampulha

Igreja São Francisco de Assis e lagoa da Pampulha
Igreja São Francisco de Assis e lagoa da Pampulha

Na Pampulha visitamos dois lugares, primeiro fomos até a Igreja São Francisco de Assis, famosa obra de Oscar Niemayer, às margens da lagoa. Depois seguimos até o Museu da arte da Pampulha no outro lado da lagoa. Estas duas atrações são mais paisagísticas e culturais, mas não achei tão interessantes.

Praça do Papa e Mirante das Mangabeiras

Belo Horizonte - Mirante das MangabeirasAtravessamos a cidade e seguimos para parte alta até a Praça do Papa, de onde já se tem uma bela vista da cidade. Depois subimos mais ainda até o Mirante Mangabeiras, ponto turístico imperdível, aos pés da Serra do Curral, de onde se tem uma bela vista do centro e grande parte da capital mineira.

Onde comer em Belo Horizonte
Parte do buffet do restaurante Esquina Ramalhete

Já era mais de 2 horas da tarde, quando estávamos retornando para o centro e encontramos um restaurante excelente logo abaixo da Praça da Bandeira, é o Restaurante Esquina Ramalhete, que serve buffet por um bom preço, com ótima comida e muita variedade, recomendo!

Praça da liberdade e museus

Tiramos o resto da tarde para conhecer o entorno da Praça da Liberdade que concentra vários museus e prédios históricos, visitamos o museu o Museu das Minas e do Metal e Memorial de Minas Gerais, ambos repletos de atrações.

Leia nosso roteiro de 1 dia em Belo Horizonte onde postamos mais fotos e informações de cada atração da capital.

Museu das Minas e do Metal - Belo Horizonte
Museu das Minas e do Metal em frente à praça da Liberdade

Circuito das Grutas Peter Lund – 5º dia

Saímos de BH com intenção de conhecer as 3 grutas do circuito, sendo que a primeira seria a Gruta da Lapinha, em Lagoa Santa, porém erramos o caminho e resolvemos deixar para o último dia da viagem, já que fica próximo ao aeroporto.

Gruta Rei do Mato

Gruta Rei do Mato
Último salão da Gruta Rei do Mato, o mais belo

Pegamos a rodovia errada para Lapinha, mas a certa para a Gruta Rei do Mato, que fica às margens da BR-040, em Sete Lagoas a 70 km de BH.
A Gruta Rei do Mato é iluminada e a mais bonita entre as 3 que visitamos nesta viagem, possui formações bastante variadas e alguma formações raras, como as colunas gêmeas com 12 metros de altura.

Gruta do Maquiné e Cordisburgo

Gruta do Maquiné - Minas GeraisDepois seguimos direto para Gruta do Maquiné, no município de Cordisburgo, localizado a 120 km de BH. Esta gruta tem como principal característica, o tamanho de seus salões, possui salões enormes, o último deles tem 160 metros de comprimento, porém não é tão bela quanto a Rei do Mato.
Após a visita à gruta fomos conhecer algumas atrações da cidade, como a Casa de Guimarães Rosa e algumas construções históricas. Almoçamos no restaurante Sarapalha, próximo à Casa de Guimarães Rosa, ótima opção com buffet livre por um bom preço.

Ida a Serra do Cipó

Depois seguimos direto para Serra do Cipó (150 km), onde chegamos por volta das 17:00 h na Pousada Grande Pedreira, onde ficamos 2 noites. A pousada é simples, mas acolhedora, e o lugar é fantástico, integrada à natureza ao lado de imensas formações rochosas, imagina se não decolei o drone para filmar e fotografar a pedreira do alto.

Serra do Cipó - Pedreira
Serra do Cipó – Pedreira

Serra do Cipó – 6º dia

Tomamos café, cedo, e subimos a Serra rumo a Conceição do Mato Dentro para conhecer a Cachoeira do Tabuleiro, a mais alta de Minas gerais, com 273 metros.

Cachoeira do Tabuleiro

A rodovia que corta a serra já é uma atração, são 67 km de asfalto até a cidade de Conceição, mais 20 km de estrada de terra até a portaria do Parque Natural Municipal do Tabuleiro, onde já se tem uma vista da cachoeira ao longe.

Cachoeira do Tabuleiro - Minas Gerais
Cachoeira do Tabuleiro vista da portaria do parque

Infelizmente a trilha do poço da cachoeira estava interditado para obras de melhorias, então só pudemos ir até o mirante, mas já dá para ter uma vista ampla da queda e do enorme penhasco. Na época em que fomos (final de outubro), estava com bem pouca água.

Saiba tudo sobre a Cachoeira do Tabuleiro

Cachoeira Grande

Serra do Cipó - Cachoeira GrandeRetornamos ao distrito de Serra do Cipó, almoçamos e fomos visitar o parque da Cachoeira Grande, que conta com uma cachoeira de quase 100 metros de largura, corredeiras e outras pequenas quedas. Ficamos um tempo caminhando e curtindo o local, depois voltamos a pousada.

Trilha na pedreira

Serra do Cipó
Topo da pedreira

Como havia dito, ao lado pousada Grande Pedreira há imensas formações rochosas. O local é bastante visitado por escaladores e repleto de belas formações, além de enviar nosso drone, resolvemos subir a trilha. O lugar é muito bonito, com cactos, belas formações rochosas e até mesmo pequenas cavernas.

Saiba tudo sobre a Serra do Cipó

Gruta da Lapinha e volta pra casa – 7º dia

Deixamos a Serra do Cipó rumo ao aeroporto de Confins (80 km). Como errei o caminho para Gruta da Lapinha, dois dias antes, havia deixado para o último dia, já que seria caminhos para o aeroporto.

Gruta da Lapinha

Gruta da LapinhaEm Lagoa Santa, desviamos o caminhos e fomos visitar a Gruta da Lapinha, a terceira nessa viagem. O que mais chamou a atenção na Lapinha, diferente das outras foi que dá para ver nitidamente que a gruta foi no passado um rio submerso pelas características das paredes e do teto, e também pelo fato de possuir uma entrada e a saída em outro local.

Viagem de volta

Seguimos até a Locadora, entregamos o carro, nos levaram de van até o aeroporto de Confins, onde pegamos o voo as 14:00 h, com conexão em São Paulo, rumo a Caxias do Sul.

Esse foi nosso roteiro de 7 dias em Minas Gerais pelo entorno da capital mineira, foi uma viagem excelente, conseguimos aproveitar bem nosso tempo e ampliamos os destinos que já visitamos em Minas Gerais. Todos os links contidos em partes do texto trazem informações mais detalhadas e mais imagens de cada lugar visitado.

Outras aventuras em Minas Gerais
Road trip do Rio Grande do Sul ao Espírito Santo e Minas
Trilha do Pico da Bandeira

Resolva sua viagem aqui no Viagens e Caminhos | Faça sua pesquisa!!

11 COMENTÁRIOS

  1. Comida boa + hospitalidade + natureza maravilhosa. Minas tem TUDO <3
    Conheço quase nada do Estado, mas tenho muita vontade de explorar todos os cantos, principalmente as grutas, canions, cavernas e trilhas que vocês colocaram aqui. Demais! arrasou no roteiro 🙂

    • A melhor época para visitar a região vai de dezembro a fevereiro, após o período chuvoso, quando as cachoeiras ficam mais volumosas, porém o mês de abril também é muito bom, vai pegar os rios com um nível médio e não é época de chuvas.

  2. Curti demais esse roteiro, ficou bem completo. Ainda não conheço Capitólio e arredores. Eu e minha esposa estamos pensando em fazer um roteiro um pouco menor de 4 dias ainda esse ano. Ajudou bastante. Obrigado por compartilhar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here