Monte Roraima: Tudo sobre o trekking e preparação

O trekking Monte Roraima é uma das mais incríveis aventuras da América do Sul. Saiba tudo sobre a trilha e os preparativos.

671
Mirante Monte Roraima
Mirante Monte Roraima

O Monte Roraima é uma montanha da América do Sul, localizada na tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana. A caminhada que leva ao topo é uma das melhores experiências de montanha para aventureiros na América do Sul.

O trekking Monte Roraima leva ao topo do platô com 2810 metros de altitude (ponto mais alto), em uma área inóspita e repleta de formações rochosas incomuns, além de mirantes acima de penhascos que chegam a 1000 metros de altura.

O acesso ao Monte Roraima se dá pelo lado da Venezuela e exige um bom planejamento, disposição e preparo físico. Neste post iremos detalhar todas as informações e os preparativos para o Trekking Monte Roraima, confira!

Nascer do Sol no Monte Roraima
Nascer do Sol no Mirante do Quati (lado brasileiro)

Trekking Monte Roraima: Guia prático

Monte Roraima: Onde fica, quando ir, como chegar, e o que fazer na montanha

Navegue por este post

Parque Nacional Monte Roraima e Parque Nacional Canaima

O Monte Roraima foi descoberto em 1595, durante uma expedição britânica. Foi escalado a primeira vez em 1884, pelo aventureiro Everard Ferdinand Im Thurm, que descobriu o mundo perdido existente no topo do platô.

Monte Roraima - Formações rochosas
Formações rochosas típicas no topo do monte

O platô da montanha, chamado pelos venezuelanos de “tepui” tem sua área dividida por 3 países da seguinte maneira: 85% no território da Venezuela, 10% na Guiana, e 5% de sua área no Brasil.

O Monte Roraima é constituído de um tepui (platô), uma montanha em formato de mesa com uma área plana rochosa bastante elevada, cercada de penhascos que chegam a 1000 metros de altura.

O planalto acima do platô apresenta um ambiente totalmente diferente da floresta tropical e da savana que o cerca. Com clima bastante úmido, formações rochosas incomuns, cavernas e plantas endêmicas incluindo espécies de plantas insetívoras (carnívoras).

Planta carnívora no Monte Roraima
Uma das espécies de plantas insetívoras no topo

O ponto culminante do Monte Roraima é o Pico Maverick, fica no extremo sul, a 2810 metros de altitude, na área da Venezuela. O segundo ponto mais alto, em território da Guiana, com 2772 metros, e o terceiro no lado do Brasil, com 2739 metros. É o oitavo pico mais alto do Brasil.

Com o desenvolvimento do turismo na região, a partir da década de 1980, o Monte Roraima tornou-se um dos destinos mais populares para os praticantes de trekking na América do Sul.

Monte Roraima
Vegetação típica no topo do platô

Parque Nacional Monte Roraima – Brasil

O Parque Nacional do Monte Roraima (lado brasileiro) foi criado em 1989 e tem 116 mil hectares. É composto por savanas, florestas de altitude e rios de correnteza, além do platô (parte mais famosa) que compreende uma pequena área.

Pelo lado brasileiro não se tem acesso ao Monte Roraima, não há estradas ou trilhas, é uma área remota, bastante isolada. Porém, o trekking Monte Roraima leva á atrações no lado brasileiro em cima do platô.

Parque Nacional Canaima – Venezuela

Monte Roraima - Rio Kukenan
Rio Kukenán, paisagem do Parque nacional Canaima, no caminho do trekking

O Parque Nacional Canaima fica no estado de Bolívar, na Venezuela e foi criado em 1962. É o sexto maior parque nacional do mundo com 30 mil km² (maior que a área da Bélgica).

Além do Monte Roraima o parque Canaima possui vária outras atrações, a mais famosa delas, o Salto Angel, cachoeira mais alta do mundo, com 979 metros de altura e a região da Gran Sabana, repleta de cachoeiras.

A trilha de acesso e o trekking do Monte Roraima se dá pelo lado da Venezuela, que iremos detalhar nesse post.

Área da Guiana

A área da Guiana é bastante isolada e remota sem estradas e trilhas, sem acesso algum ao Monte Roraima e também não é uma área de parque. Porém, a trilha do Monte Roraima leva a atrações no lado da Guiana lá em cima no platô.

Quando ir ao Monte Roraima: melhor época

Monte Roraima - Paisagem no topo
Paisagem típica no topo

O Monte Roraima pode ser visitado em qualquer época do ano. Há sim, uma época mais chuvosa, outra mais seca, mas dificilmente os aventureiros irão escapar de pegar alguma chuva durante os dias de trekking, principalmente no topo.

O clima no Monte Roraima é bem específico e lá em cima faz mais frio do que a zona de menos altitude ao seu redor. O verão e inverno por lá acompanham o da Amazônia, ao contrário do resto do Brasil.

No verão

O verão local é a melhor época para ir ao Monte Roraima, vai de outubro a março, quando as chuvas diminuem bastante e ficam numa média de 40 mm ao mês. Os melhores meses vão de novembro a fevereiro.

Nessa época há também menos nebulosidade e o Monte Roraima fica mais visível. Na parte mais plana antes de subir o platô a temperatura pode chegar a 30ºC, mas lá no topo, pode chegar próximo de 5ºC à noite.

Trekking Monte Roraima com neblina
Dia com neblina densa no topo do monte

No inverno

No inverno (especialmente entre maio e agosto) não é uma boa época para ir ao Monte Roraima porque chove muito na região, entre 200 e 300 mm por mês. Abril e setembro são meses intermediários que já chove bem menos (em torno de 100 mm).

Voltar ao índice

Onde fica o Monte Roraima: Como chegar

Onde fica o Monte Roraima

Muita gente não sabe e pergunta onde fica o Monte Roraima. Pois bem, fica na divisa de 3 países sul americanos. 85% no território da montanha fica na Venezuela, 10% na Guiana, e 5% de sua área no Brasil.
Se tratando do Brasil, fica num extremo do Norte do país, localizado no estado de Roraima.

Monte Roraima onde fica
Localização no mapa

Como chegar ao Monte Roraima – Venezuela

Para chegar ao Monte Roraima o primeiro passo é chegar à cidade de Boa Vista, capital de Roraima, e depois seguir até a cidade de Santa Helena de Uairén, na Venezuela, de onde partem as expedições.

Chegando de avião em Boa Vista RR

Quase todo mundo que vai fazer o trekking Monte Roraima chega de avião pelo Aeroporto Internacional de Boa Vista – Atlas Brasil Cantanhede (BVB).

O aeroporto de Boa Vista recebe voos diretos de algumas capitais, especialmente Brasília e Manaus de onde se conectam com outras capitais brasileiras. As três companhias aéreas que operam por lá, são Azul, Gol e Latam.

PASSAGENS PROMO – Acesse o buscador de passagens aéreas promocionais com os melhores preços do mercado! Pague em até 10x!
FAÇA SUA BUSCA DE VOOS BARATOS!

Precisa passar a noite em Boa Vista?

Geralmente, o transporte oferecido pelas agências sai entre 12h e 14h de Boa Vista, rumo a Santa Helena, onde os aventureiros passam a noite para começar o trekking no dia seguinte.
Se o seu voo chegar depois das 14h em Boa Vista, reserve um hotel na cidade porque só irá no outro dia. Aproveite o tempo livre para conhecer um pouco da cidade.

Veja as opções de hotéis em Boa Vista

De Boa Vista a Santa Elena de Uairén

BR-174 entre Boa Vista e Paracaima em Roraima
Trecho com muitos buracos na BR-174 entre Boa Vista e Paracaima em Roraima

Geralmente a agência que você contratar o pacote Monte Roraima já inclui e providencia o transporte entre Boa Vista e Santa Helena de Uairén.

  • Táxis brasileiros operam o trecho de 215 km entre Boa Vista e Paracaíma, na fronteira.
  • O trecho de 15 km entre a fronteira e Santa Helena de Uairén é feito por veículos das agências venezuelanas.

O trecho de 230 km é todo pavimentado, porém, há vários trechos com enormes buracos (ref. out 2022). O tempo de viagem é de 3 horas, porém, é preciso passar pela imigração da Venezuela e trocar a bagagem de veículo na fronteira, aumentando esse tempo.

Imigração da Venezuela
Imigração da Venezuela

Para passar na imigração, brasileiros precisam dos seguintes documentos:

  • Passaporte ou CNH brasileira (que é aceita).
  • Comprovante Internacional de Vacinação da Febre Amarela.
  • Comprovante de vacinação Covid (emitido pelo Conect Sus, em espanhol).
  • Seguro Viagem para América do Sul (opcional).

Trilha Monte Roraima

Topo do Monte Roraima
Paisagem no topo da montanha

A trilha do Monte Roraima completa, geralmente tem duração de 8 dias e 7 noites. Pode ser feita com uma agência do Brasil ou da Venezuela ou diretamente com um guia contratado.

Recomendamos com agência que disponibiliza a barraca, toda a alimentação e o suporte na trilha. Geralmente a agência inclui a hospedagem de 1 noite em Santa Helena no pacote.

Voltar ao índice

Onde ficar em Boa Vista: Dicas de hotéis

Conheça algumas das opções que foram mais bem avaliadas pelos hóspedes para se hospedar em Boa Vista em boa localização.

Voltar ao índice

O que fazer no Monte Roraima

Monte Roraima
Mirante no Pico Maverick, ponto mais alto do monte

A trilha do Monte Roraima em si já é um grande atrativo, uma grande aventura e um desafio. O destino oferece um dos trekkings mais cobiçados da América do Sul.

Logo abaixo iremos detalhar como foi nosso roteiro de 8 dias no Monte Roraima mostrando as principais atrações e as distâncias percorridas em cada dia. Confira a lista das principais atrações do Monte Roraima:

  • Pedra Maverick
  • Jacuzzi
  • Mirante Quati
  • Gruta do Quati (acampamento)
  • Lago Gladys
  • Abismo
  • La Ventana
  • Tríplice Fronteira
  • Vale dos Cristais
  • O Fosso

Obs: Atrações podem ser incluídas ou excluídas do roteiro conforme condições do clima nos dias da expedição.

Monte Roraima - Mirante La Ventana
Mirante La Ventana, atração que não conseguimos visitar devido às condições climáticas – Foto: @animaldamontanha

Voltar ao índice

Trekking Monte Roraima: Roteiro de 8 dias

Agora iremos relatar como foi nosso roteiro no Monte Roraima 8 dias, mostrando a distância percorrida (total de 93 km), dificuldade, local de acampamento e atrações do percurso, confira!

Viagem de ida a Boa Vista e Santa Helena

Antes de iniciar o trekking Monte Roraima, peguei voos Porto Alegre/Brasília/Boa Vista, onde cheguei à meia noite.

No dia seguinte passei a manhã conhecendo atrações da capital de Roraima.

Santa Helena de Uiarén - Venezuela
Trecho entre Santa Helena e San Francisco, na Venezuela, início da expedição

No início da tarde o transporte enviado pela agência foi me buscar no hotel e levou até a fronteira. Passando pela imigração segui com outro carro até a pousada em Santa Helena.

  • Primeiro dia: Santa Helena, Paraitepuy, acampamento Rio Kukenán -14,8 km de caminhada.
  • Segundo dia: Rio Kukenán ao Acampamento Base – 7,4 km.
  • Terceiro dia: Subida ao topo – 7,1 km.
  • Quarto dia: Travessia do topo até a Gruta Quati (lado brasileiro) – 11,5 km.
  • Quinto dia: Atrações no lado do Brasil e Guiana – 9,3 km.
  • Sexto dia: Travessia de volta no topo: Jacuzzi e Maverick – 15,5 km.
  • Sétimo dia: Descida da montanha até o Rio Tek – 14,4 km.
  • Oitavo dia: Rio Tek a Santa Helena/ Boa Vista – 13,2 km de caminhada.

Roteiro Monte Roraima – Primeiro dia: Santa Helena, Paraitepuy, acampamento Rio Kukenán

O primeiro dia da aventura começa com um transporte 4×4, primeiro num trecho de 65 km de asfalto entre Santa Helena de Uiarén a São Francisco de Uyruani, depois por mais 25 km em estrada de terra até a comunidade indígena de Paraitepuy.

Paraitepuy - Venezuela
Comunidade de Paraitepuy, Venezuela, onde se inicia o trekking

Paraitepuy é a comunidade base para o início do trekking ao Monte Roraima. Os moradores são carregadores, cozinheiros e membros das equipes de apoio às expedições.

Neste dia, a caminhada percorre trechos de campos de savana com alguns trechos de descida e uma subida forte, mas com a maior parte em área plana.

Monte Roraima - Início da trilha
Trecho da trilha no primeiro dia, Monte Kukenán à esquerda e Monte Roraima à direita ao fundo

No final do percurso é preciso atravessar 2 rios: Rio Tek e Rio Kukenán. Para atravessar o rio, os aventureiros são orientados a passar com os pés descalços e de meias, para evitar d escorregar nas pedras lisas.

Rio Kukenán - Venezuela
Travessia do Rio Kukenán
  • Distância percorrida no dia: 14,8 km – Distância acumulada: 14,8 km.
  • Pernoite: Acampamento do Rio Kukenán. Banho no rio.
  • Atrações do percurso: Vistas do Monte Roraima e Kukenán, Rio tek e Kukenán, Ermita de Santa María de Los Ángeles.

Trekking Monte Roraima – Segundo dia: Rio Kukenán ao Acampamento Base

Trekking Monte Roraima
Início do caminho do segundo dia de trekking

O segundo dia do trekking se iniciou no rio kukenán e foi até o acampamento base, já próximo ao paredão do Monte Roraima. Esse trecho é de muita subida, bastante puxado, saindo de aproximadamente 1000 m de altitude para 1800 m.

O acampamento base é um local de belas paisagens com a vista do paredão do Monte Roraima e o Monte Kukenán. Há pedras para belas fotos das montanhas e do pôr do Sol.

Monte Roraima - Acampamento Base
Acampamento Base e as paredes do monte ao fundo
  • Distância percorrida no dia: 7,4km – Distância acumulada: 22,2 km.
  • Pernoite: Acampamento Base. Banho gelado em um pequeno rio.
  • Atrações do percurso: Paisagens do caminho e paredão do Monte Roraima.

Trilha Monte Roraima – Terceiro dia: Subida ao topo

Subida no Monte Roraima
Trecho de subida íngreme logo no início da trilha do terceiro dia

Dia de chegar ao topo do Monte Roraima passando pelo trecho mais íngreme e cansativo, geralmente entre pedras. Quase todo o percurso é de subida forte, há apenas um curto trecho de descida.

O caminho começa já subindo em um trecho de terreno instável de terra que fica liso se chover. Depois há um trecho de mata até chegar ao gigantesco paredão.

O trecho final da subida é pela área conhecida como “a rampa”, por um caminho bastante íngreme, praticamente uma escadaria por entre as pedras ao lado do paredão.

Monte Roraima - A Rampa
trecho conhecido como “Rampa”, subida final ao topo

Nesse trecho tem a passagem pelo Paso de las Lágrimas”, que ganhou esse nome por estar sempre gotejando. Após períodos de chuva forma-se uma cachoeira no local e os aventureiros passa por baixo dela, foi o que aconteceu no nosso caminho de volta.

Paredão Monte Roraima
O paredão visto durante a subida

Ao chegar no topo nos deslumbramos com os mirantes espetaculares com vista de vários ângulos, além das formações rochosas de arenito que formam cenários fantásticos logo ao chegar ao cume.

Monte Roraima - Venezuela
Visual na chegada ao topo
  • Distância percorrida no dia: 7,1km – Distância acumulada: 29,3km.
  • Pernoite: Acampamento Gruta Guacharo. Banho em um laguinho de água corrente.
  • Atrações do percurso: Rampa de acesso, Paso de Las Lágrimas, Mirantes do Topo, Mirante do hotel Guacharo, formações rochosas incomuns.

Aventura no Monte Roraima – Quarto dia: Travessia do topo até a Gruta Quati (lado brasileiro)

Monte Roraima - O Fosso
Cachoeira do Fosso

Neste dia atravessamos quase todo o platô do Monte Roraima e fomos dormir no lado brasileiro. O caminho atravessa labirintos de pedra em um sobe e desce por alguns vales no caminho.

A primeira grande atração foi “O Fosso”, uma cachoeira incomum onde a água cai em um buraco formando uma piscina natural e some entre as pedras.

Monte Roraima - Tríplice Fronteira
Marco da Tríplice Fronteira

A segunda atração é o Marco da Tríplice Fronteira, entre Venezuela, Brasil e Guiana. Em seguida descemos até o Vale dos Cristais, local onde há pedras de quartzo e cristais acumuladas no solo, com belíssimas formações de arenito ao redor.

Monte Roraima - Gruta do Quati
Acampamento na Gruta do Quati

Por fim chegamos a Gruta Quati (Coati, em espanhol), local de acampamento, formado por um labirinto de grutas que conta também com a passagem de um riacho por dentro. Próximo da gruta ainda visitamos um mirante em uma das bordas do Monte Roraima.

Monte Roraima abismo
Mirante próximo à Gruta do Quati
  • Distância percorrida no dia: 11,5km – Distância acumulada: 40,8km.
  • Pernoite: Acampamento Gruta Quati. Banho só com lencinho umedecido nesse dia.
  • Atrações do percurso: Formações rochosas incomuns, O Fosso, Marco da Tríplice Fronteira, Vale dos Cristais, Gruta Quati, Mirante do Quati.

Roteiro Monte Roraima – Quinto dia: Atrações no lado do Brasil e Guiana

Neste dia a caminhada foi sem a mochila cargueira, somente com uma mochila de ataque, já que o pernoite foi no mesmo acampamento, a Gruta Quati.

Mirante Roraiminha
Mirante do Quati, vista do Roraiminha

Levantamos antes do amanhecer e fomos até o Mirante do Quati (próximo do acampamento) para ver o nascer do Sol junto ao Monte Roraiminha. O Sol nascendo entre um mar de nuvens foi um espetáculo inesquecível em um lugar tão especial.

Monte Roraima - Divisa de Brasil e Guiana
Pequeno rio que faz a divisa de Brasil e Guiana

Voltamos ao acampamento e logo após o café seguimos para o lado da Guiana. Atravessamos o Rio Cotingo que faz a divisa de Brasil e Guiana e seguimos até o Lago Gladys, atração que fica no extremo Norte do Monte Roraima.

O Lago Gladys é cercado de rochas e forma uma bela paisagem com muito verde ao redor e uma piscina natural que se forma abaixo das pedras, porém, não é um local para banho.

Monte Roraima - Lago Gladys
Lago Gladys no lado da Guiana

Na volta tomamos banho no belo Rio Kakó com suas águas transparentes e pedras na cor laranja. No local há uma formação rochosa curiosa em forma de elefante.

Voltamos ao acampamento do Quati e nessa noite choveu muito e chegou a se formar cachoeiras nas duas entradas da gruta com a água que escorria de cima.

Monte Roraima - Pedra do Elefante
Pedra do Elefante junto ao rio Kakó
  • Distância percorrida no dia: 9,3km – Distância acumulada: 50,1km.
  • Pernoite: Acampamento Quati. Banho no Rio Kakó.
  • Atrações do percurso: Nascer do Sol no Mirante do Quati, Monte Roraiminha, Lago Gladys, Pedra do Elefante, banho no Rio Kakó.

Expedição Monte Roraima – Sexto dia: Travessia de volta no topo: Jacuzzi e Maverick

O trekking Monte Roraima no sexto dia começou com a travessia de volta pelo topo do tepuy desde o Quati até o acampamento Sucre. Após chegar ao acampamento e almoçar seguimos somente com a mochila de ataque.

Na sequência visitamos a “Jacuzzi”, piscinas naturais de águas verdes, mas muito geladas. A atração é um dos locais preferidos para fotos e foi também o local do banho do dia.

Monte Roraima - Jacuzzy
Jacuzzy, piscinas naturais de águas verdes

Na sequência íamos visitar a “La ventana” um dos mirantes preferidos na montanha, mas o tempo fechou e não foi possível.
Porém, conseguimos subir ao Maverick, ponto mais alto do Monte Roraima com seus 2810 metros de altitude. Foi só o tempo de tirar umas fotos e rapidamente fechou de neblina, quando retornamos ao acampamento.

Monte Roraima - Pico Maverick
Pico Maverick, ponto mais alto do Monte Roraima
  • Distância percorrida no dia: 15,5km – Distância acumulada: 65,6km.
  • Pernoite: Acampamento Sucre. Banho na Jacuzzi.
  • Atrações do percurso: Formações rochosas incomuns, Jacuzzi e Pico Maverick.

Trekking Monte Roraima – Sétimo dia: Descida da montanha até o Rio Tek

Monte Roraima - Paso de Las Lagrimas
Paso de las Lagrimas e a cachoeira que se formou após as chuvas

No sétimo dia de trekking Monte Roraima descemos a montanha fazendo o percurso de volta que fizemos no segundo e terceiro dia. Mesmo sendo um trecho praticamente todo de descida foi cansativo, principalmente para os joelhos e os pés.

Ao passar pelo Paso de las Lágrimas, como havia chovido no dia anterior a cachoeira estava forte e tivemos que passar por baixo dela, com parte do caminho com bastante água.3

Monte Roraima - Acampamento Rio Tek
Acampamento Rio Tek, nossa última noite na barraca
  • Distância percorrida no dia: 14,4km – Distância acumulada: 80km.
  • Pernoite: Acampamento Rio Tek. Banho no Rio Tek
  • Atrações do percurso: Mesmas do segundo e terceiro dia na ida.

Expedição Monte Roraima – Oitavo dia: Rio Tek a Santa Helena/ Boa Vista

Nosso último dia começou com fotos e agradecimentos tanto da equipe da agência Explora Tepuy, como de nós aventureiros a eles, guias, carregadores, cozinheiros, que nos possibilitaram esta incrível aventura ao incrível Monte Roraima.

Equipe da Explora Tepuy - Monte Roraima
Equipe da Explora Tepuy, que nos auxiliaram em toda a expedição

Ao chegar na comunidade Praytepuy, seguimos de camioneta até a cidade de San Francisco de Uyruani onde fizemos o último almoço em grupo. Eu fiquei em Santa Helena para um tour na Gran Sabana, mas o restante do grupo foi direto para Boa Vista.

  • Distância percorrida no dia: 13,2km – Distância acumulada: 93,2km.
  • Pernoite: Retorno a Santa Helena e Boa Vista.
  • Atrações do percurso: Mesmas do primeiro dia de ida.

Voltar ao índice

Mapa do Monte Roraima: Trilha e atrações

No mapa abaixo é possível ver a localização aproximada de cada um dos pontos turísticos do Monte Roraima listados nesse post para se ter uma ideia do percurso e de como é o local.


Voltar ao índice

Dificuldade do trekking

Esteja preparado, o trekking Monte Roraima não é uma trilha fácil. É considerado um trekking moderado pela classificação de montanhismo, mas para pessoas comuns eu diria que é difícil.

Nosso roteiro de 8 dias somou um total de 93 km de caminhada. O trecho de subida e descida ao monte é bastante desgastante, vai de 1000m de altitude a aproximadamente 2700m.

Monte Roraima - A Rampa
trecho conhecido como “Rampa”, subida final ao topo

Lá em cima do monte, a caminhada é o tempo todo em um sobe e desce de pedras, tudo isso com uma mochila cargueira nas costas. Considere também que vai dormir 7 noites em barraca.

  • Se você é montanhista ou acostumado a longas caminhadas, ok, vai conseguir de boa.
  • Se você faz trilhas de vez em quando e academia, procure se preparar e fazer umas caminhadas longas seguidas antes de ir.
  • Se você é sedentário, não aconselho a fazer este trekking, a não ser que começa a se preparar e manter uma atividade física um bom tempo antes.

Voltar ao índice

Dica de agência Monte Roraima

Pesquisamos bastante e a agência que encontramos com o melhor custo benefício e com um roteiro completo de 8 dias, foi a Explora Tepuy da Venezuela.

A escolha foi perfeita pois além do menor preço, o serviço prestado pela equipe foi ótimo, tanto dos guias, como a parte da logística e a ótima comida.

Monte Roraima - O Fosso
Guia Andres da Explora Tepuy que nos acompanhou nesta aventura

Veja o que está incluso no pacote da Explora Tepuy

  • Transporte Boa Vista (Brasil) – Santa Helena (Venezuela) ida e volta.
  • Primeira noite de hospedagem em Santa helena de Uiarén, Venezuela.
  • Transporte 4×4 de Santa Helena a Paraitepuy (ida e volta).
  • Guias certificados com vasto conhecimento em todo percurso de 8 dias.
  • Barraca compartilhada para 2 pessoas (pode ser negociada barraca individual).
  • Todas as refeições e alimentos nos 8 dias, café, almoço e jantar.
  • Carregadores para barracas, alimentos e banheiro.
  • Cozinheiro.
  • Banheiro ecológico.
  • Kit de primeiros socorros e socorrista.
Banheiro no acampamento do Monte Roraima
Banheiro ecológico utilizado nos acampamentos

O que não está incluso no pacote

  • Voo para Boa Vista RR.
  • Hospedagem em Boa Vista ou adicional em Santa Helena.
  • Saco de dormir e isolante térmico.
  • Carregador individual para mochila cargueira (pode ser contratado à parte por R$100 por dia) (ref. out de 2022).
  • Seguro Viagem.
  • Resgate de qualquer tipo.

Para fazer uma cotação e saber as datas das próximas expedições, acesse o botão abaixo, que leva direto ao WhatsApp da agência. Envie a mensagem “Contato por Viagens e Caminhos” para identificação, apresente-se e combine a aventura!

Contato Explora Tepuy
Voltar ao índice

O que levar na mochila para o Monte Roraima

Segue a lista do que não pode faltar na mochila cargueira para o trekking no Monte Roraima, além de algumas recomendações:

  • Mochila cargueira de no mínimo 60 litros.
  • Mochila de ataque.
  • Saco de dormir (de zero a 5°C) e isolante térmico ou colchonete inflável.
  • Capa de chuva.
  • Bota de trekking.
  • Papete e chinelo.
  • Cantil ou garrafa plástica.
  • Celular para fotos, power bank e lanterna de cabeça.
  • Protetor solar e labial.
  • Repelente (de preferência o extreme).
  • Corda fina para varal.
  • Calças de trekking e camisetas manga longa.
  • Bermudas / sunga / biquine.
  • Meias de trekking / roupas íntimas.
  • Blusa de fleece e jaqueta impermeável.
  • Calça e camiseta para dormir.
  • Sacos plásticos para embalar as roupas e não molhar.
  • Toalha / luvas / pochete.
  • Remédios: Para dor de cabeça, relaxante muscular, antialérgico, e ou de uso pessoal.
  • Esparadrapo, band aid, linha e agulha, salompas ou gelol.
  • Desodorante, sabonete biodegradável e itens de higiene pessoal.
  • Lenços humedecidos.
  • Barra de cereais e proteína para comer durante a caminhada.

Voltar ao índice

Monte Roraima: Dicas gerais

Carregador no Monte Roraima
Carregador no Monte Roraima, levando junto a mochila de um aventureiro

Depois de visitar o Monte Roraima, listamos algumas dicas e informações importantes para você se preparar para esta aventura, confira!

  • Prepare-se para este trekking, não é uma trilha fácil e se você é sedentário, não vá, e mesmo que seja acostumado a fazer trilhas, mantenha uma atividade forte por um tempo antes de ir.
  • Não é possível visitar o Monte Roraima sem guia ou agência. O ideal é com uma agência que organiza tudo e oferece o pacote completo
  • Durante os dias de expedição você irá ficar totalmente desconectado. Não há sinal de internet ou telefone durante todo o percurso. Os guias contam com rádio para comunicação.
  • Lembre-se de levar um bom power bank para recarregar seu celular para não ficar sem fotos. Não há qualquer ponto de energia no caminho.
  • O banho será sempre em rios, quase sempre de água gelada. Vai ter algum dia sem banho, por isso não esqueça de levar lenços umedecidos.
  • Chegando à comunidade onde inicia a trilha há a opção de contratar um carregador para sua mochila, o valor é de R$100 por dia (ref, out 2022).
  • Há também a opção de contratar o carregador durante o percurso, para dias específicos, mas, não é menos garantido, consulte o seu guia.
  • Leve uma boa quantia em dinheiro, os carregadores recebem em dinheiro vivo e não há como fazer transferência ou pix no local. Há também uma taxa de R$50 a pagar na entrada do parque.
  • Apesar do acesso ser pela Venezuela, não é necessário cambiar dinheiro. A moeda que gira na cidade de Santa Helena para o Monte Roraima pé o Real Brasileiro.
  • É proibido levar as pedras de cristais do Monte Roraima, inclusive, na volta sua mochila será inspecionada.
  • Se você tiver bagagem extra além da sua mochila da trilha, a Explora Tepuy guarda para você até o retorno.
  • Não é necessário passaporte, apenas RG (carteira de identidade). Certificado de vacinas da Febre Amarela e Covid são exigidos, mas não foram solicitados.
  • Os acampamentos no topo do monte são dentro de grutas, chamados de hotéis. Na parte inferior as barracas ficam ao relento.
  • Toda a comida é levada pelos carregadores e as 3 refeições diárias são ótimas. Leve apenas barras de cereais ou algo parecido para comer nos intervalos.
  • O banheiro ecológico é uma barraca específica. Há um banquinho que imita um vaso sanitário onde os desejos caem em um saquinho com cal, que é levado de volta pelos carregadores.
  • Leve apenas uma garrafa ou cantil para água. Há inúmeros pontos de água no caminho. É recomendado levar umas 20 pastilhas de clor-in, que serve para purificar a água.
  • Deixe sempre sua barraca fechada para evitar a entrada de mosquitos. Nas grutas do topo não há mosquitos, mas pode haver aranhas e escorpiões. Verifique também os sapatos que ficam no lado de fora.

Voltar ao índice

Leia também:


VIAJE GASTANDO POUCO! FAÇA AS SUAS RESERVAS AQUI! Estas são as empresas parceiras de confiança que utilizamos para montar nossas viagens!
   

PACOTES DE VIAGENS HURB. Pacotes de viagens baratos para os melhores destinos do Brasil e do Mundo. Pague em até 12x.

   

PASSAGENS AÉREAS - PASSAGENS PROMO. Passagens promocionais com o melhores preço do mercado. Pague em até 10x.

   

HOSPEDAGEM - BOOKING. Melhor site de hospedagem, com os melhores preços! Reserve com antecedência. Cancele, se precisar.

   

ALUGUEL DE CARRO - RENTCARS. Compare o preço de locadoras em todo o mundo pelos melhores preços! Reserve em Reais, sem IOF.

   

SEGURO VIAGEM – SEGUROS PROMO. É obrigatório na Europa e vários destinos internacionais. Viaje sem imprevistos. Saiba mais!

   

CHIP INTERNACIONAL – AMÉRICA CHIP . Viaje para o exterior com a melhor conexão 4G. Saia conectado ainda no Brasil.

   

PASSEIOS E EXCURSÕES – CIVITALIS - Programe seus passeios, atividades e compre ingressos para destinos de todo o mundo.

Editor, fotógrafo e videomaker do Viagens e Caminhos. Apaixonado por viagens com toques de aventura, criou esse blog para compartilhar suas experiências e ajudar os leitores a organizar suas viagens

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here