Saiba o que fazer em Cusco, o principal destino turístico do Peru, capital arqueológica da América do Sul, situada a 3400 m acima do nível do mar, repleta de construções históricas de cultura espanhola e andina.

Além de seus inúmeros atrativos, Cusco é a porta de entrada para conhecer Machu Picchu e o Vale Sagrado, e local que conta com um grande número e opções de hospedagem.

Praça das Armas - Cusco
Praça das Armas – Cusco

Pontos turísticos e atrações de Cusco

Ruas de Cusco e construções de pedra

Caminhar pelas ruas estreitas, com seus muros e construções de pedras bem encaixadas, repleta de lojinhas e turistas dos quatro cantos do mundo é um dos charmes de Cusco.

Ruas estreitas de Cusco

Praça de Armas

A Praça de Armas é um ótimo lugar para sentar ao final da tarde, após as caminhadas e passeios históricos, para descansar e apreciar a atmosfera do lugar, observando o vai e vem dos turistas.

Praça das Armas - CuscoA dica para quem quer conhecer diversos sítios arqueológicos é comprar um dos boletos turísticos, que dão direito a entrada em diferentes atrações por um preço inferior aos ingressos comprados separadamente.

Praça de CuscoA praça central de Cusco difere de outras pelo mundo, por contar com duas enormes igrejas. A Catedral tem 3 naves e 12 capelas em seu interior, muito rica em imagens, quadros, ouro e prata. A outra também imponente é a Compania de Jesus, uma das mais belas amostras do estilo barroco andino.

Igrejas de Cusco

Há muitas igrejas e conventos em Cusco, algumas são atrações do Boleto Turístico. (www.boletoturisticocusco.com). Um boleto completo permite visitar 16 atrações entre museus e centros arqueológicos, valendo por 10 dias; as três opções de boletos parciais incluem menos atrações e são válidas só por um dia (circuito 1 e 2) e dois dias (circuito 3).

O que fazer em Cusco - Peru
Catedral de Cusco

Outras igrejas importantes são; Igreja e Convento de La Merced (1680). Igreja e Convento de Santa Catalina (1605). Igreja e Convento de San Domingo/Koricancha (1534). Igreja de San Blas – (1560). Igreja e Convento de San Francisco (1645).

Cusco - Igreja La Merced
Igreja La Merced – Cusco

Parque arqueológico de Saqsaywaman

O Parque arqueológico de Saqsaywaman, com seus 10 mil anos, foi construído com pedras enormes, constituído por três plataformas, uma em cima da outra, situado em uma parte alta de Cusco. Além do complexo em si, o local oferece vistas incríveis da cidade.

Ruínas de Saqsaywaman - Cusco

Mercado Central de Cusco

O Mercado Central de Cusco é o local ideal para se conhecer um pouco da cultura, artesanatos, produtos agrícolas e frutas do Peru. No local há opções de refeições muito baratas, sucos feitos na hora e guloseimas peruanas.

Mercado Central de Cusco

Passeios e excursões próximos a Cusco

Uns 4 dias são suficientes para visitar os principais atrativos da região, como Machu Picchu, (uma das 7 maravilhas do mundo), a cidade de Cusco e o Vale Sagrado que inclui lugares como Pisac, Moray, Saqsaywaman, Maras e Ollamtaytambo.

Machu Pichu

Machu Pichu é o principal destino turístico do Peru, mas depende de Cusco por ser a cidade de cesso, que conta com aeroporto para receber os visitantes, todo mundo que chega a Machu Pichu passa por Cusco, de onde também saem ops trens para a cidade sagrada dos Incas.

Viagens e Caminhos - Machu Pichu

Chinchero

Chinchero é um pequeno povoado situado a 28 km de Cusco, que se destaca por sua igrela (1563), suas ruínas, com muro de pedra e terraços agrícolas e por ainda preservar muitos costumes dos povos andinos, como tradições, hábitos e vestimentas.

Chinchero - Peru

Moray

Moray é um sítio arqueológico onde os incas aproveitaram a depressão natural da montanha para construir terraços arredondados e fazer experimentos alimentícios, especialmente com batatas.

Moray - Peru

Pisac

Pisac, situada a 30 km, tem duas atrações principais: as ruínas e um mercado de artesanato. Seus terraços se destacam por estarem incrustados nas montanhas, acima da cidade e buracos feitos nas montanhas para depositar mortos e corpos mumificados.

Ruinas Incas de Pisac – Peru

Mais Viagens e Caminhos nesta região do Peru

Aventura no Peru – parte 3
Machu Pichu – como chegar
Águas Calientes – Porta de entrada para Machu Pichu
O que fazer em Chinchero
O que fazer em Ollamtaytambo
O que fazer em Pisac
Estrada entre Cusco e Puno

Praça São Cristovão - Cusco
Cusco, vista da Praça São Cristovão

Mais informações e dicas sobre Cusco e viagem ao Peru

  • A melhor maneira para chegar a Cusco é por via aérea, sendo necessário fazer conexão em Lima que conta vários voos diários.
  • Ao chegar a Lima, é necessário desembarcar na área internacional, fazer a migração e fazer novamente o check-in e despacho das malas para Cusco.
  • Cusco tem aproximadamente 300.000 habitantes e conta com boa infraestrutura para o turista, desde hotéis de luxo até albergues para mochileiros.
  • É possível encontrar bons hotéis e restaurantes também para atender todos os públicos, com preços razoáveis.
  • Há muitos táxis na cidade, geralmente uns carrinhos chamados Mini, com preços baixos, que também são negociados.
  • Cusco possui duas estações bem definidas: seca e chuvosa. A estação seca vai de maio a setembro, (inverno) e a época das chuvas (verão) vai de novembro a março.
  • A altitude de 3400 m fazem com que, em qualquer época do ano, seja possível sentir um pouco de frio.
  • Para entrar no Peru, não é obrigatório ter passaporte, sendo possível utilizar apenas o RG.
  • Os brasileiros não são obrigados a tomar nenhuma vacina para entrar em território peruano, mas é recomendável tomar a vacina contra febre amarela em regiões da selva Amazônica.
  • A moeda peruana é o Novo Sol. Atualmente R$ 1,00 vale cerca de S 1,25.
  • O soroche ou mal da altitude, é sentido por quase todos que visitam o Peru, sendo que alguns sentem apenas um leve mal estar e outros sentem efeitos mais fortes.
    O ideal é ir se aclimantando ao longo dos dias, fazer refeições leves e tomar bastante água. Tomar o chá de coca, Soroche pills ou chupar balas de coca, ajuda bastante no alívio dos efeitos.
COMPARTILHAR
Jair Prandi
Editor, fotógrafo, videomaker, e influenciador digital do Viagens e Caminhos. Apaixonado por viagens com toques de aventura, criou esse blog de viagens para compartilhar suas experiências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here