Percorrer a trilha Inca e conhecer Machu Picchu é sem dúvida o sonho de todo o viajante e aventureiro. Porém as formas de chegar a esta maravilha são um desafio e uma aventura indescritível.

Machu Pichu é um dos destinos mais desejados pos viajantes do mundo todo. A forma mais turística de chegar é de trem e a forma mais aventureira é através das trilhas que passam por lugares incríveis, como a Trilha Inca e Trilha Salkantay.
Elaboramos um guia detalhado sobre as três caminhadas imperdíveis para você realizar quando viajar para este destino. A Trilha Inca Clássica de 4 dias, Trilha Inca de 2 dias e a Trilha Salkantay de 5 dias, vamos lá:

Trilha Inca Clássica – 4 dias

Descrição da rota

A Trilha Inca é uma das caminhadas mais espetaculares do mundo e o trekking mais famoso para chegar a Machu Picchu. Seu caminho oferece paisagens impressionantes, importantes centros arqueológicos e muita aventura. A distância do percurso é de aproximadamente 43 km e sua duração de 4 dias.

Ponto de controle - Mapa da Trilha Inca
Ponto de controle – Mapa da Trilha Inca – Foto: Peru Grand Travel

Grau de dificuldade

O grau de dificuldade desta caminhada é considerado moderado alto e o nível físico do participante é um papel determinante neste tipo de trekking. Por isso é necessário fazer uma aclimatação de uns dias antes do início do tour. Porém a dificuldade é recompensada porque a natureza local é belíssima natureza, há vários vestígios arqueológicos encontrados, e finalmente, a impressionante vista da cidadela de Machu Picchu.

Centro Arqueológico Llactapata - Trilha Inca
Centro Arqueológico Llactapata – Foto: Peru Grand Travel

Atrações da rota

Durante este passeio você poderá observar e desfrutar de várias atrações naturais, culturais e arqueológicas do Peru conforme itinerário abaixo:

Dia 1: Km 82 – Huayllabamba
O primeiro dia desta caminhada é longo, mas não é pesado. Começa no km 82 ou Piscaccucho e vai até Huayllabamba (o primeiro acampamento), com um tempo aproximado de 5h de caminhada, 10 km de trajeto.
O esforço deste dia será gratificante: as paisagens andinas, a natureza e os primeiros centros arqueológicos encontrados serão motivos para continuar nos próximos dias.

Rio na Trilha Inca
Belas paisagens do caminho – Foto: Peru Grand Travel

2° Dia: Wayllabamba – Warmiwañusca – Pacaymayo
O segundo dia é considerado o dia com maior grau de dificuldade. O caminho é estreito, inclinado e morro acima até chegar na montanha denominada Warmihuañuska (Passo da mulher morta). Neste ponto são 4200 m de altitude, para posteriormente descer até o vale de Pacaymayo, 3600 m, local do segundo acampamento.
Tempo aproximado de caminhada: 6 a 7h, 11 km de trajeto.

Importante: Durante este dia você poderá apresentar os incômodos sintomas de mal de altura, debido à altitude local aliada ao esforço físico necessário. Por isso é bom se aclimatar antes e tomar algunas precauções.

Trilha Inca - Sítio arqueológico de Wiñaywayna
Sítio arqueológico de Wiñaywayna “sempre jovem” – Foto: Peru Grand Travel

3° Dia: Pacaymayo – Chaquicocha – Wiñaywayna
O terceiro dia da trilha Inca é um dos mais longos e também um dos mais bonitos e gratificantes devido aos sítios arqueológicos e as paisagens andinas do caminho.
Uma das maiores atrações deste dia é o centro arqueológico de Phuyupatamarca “povoado sobre as nuvens”. Seu nome se deve à sua localização, quando a névoa da selva alta sobe e Phuyupatamarca fica submergido nas nuvens, como se estivesse flutuando, sem dúvida uma grande experiência.

O último sítio arqueológico a irmos é Wiñaywayna (para sempre jovem), tem esse nome graças as orquídeas que se podem observar durante todo o ano. Este dia é uma grande preparação para Machu Picchu.
Tempo aproximado de caminhada: 7 a 8h, 16 km de percurso.

Viagens e Caminhos - Machu Pichu
A recompensada vista clássica de Machu Pichu

4° Dia: Wiñayhuayna – Machu Picchu
Este dia é o mais esperado. Primeiro você visitará o centro arqueológico de Intipunku ou Porta do Sol, ponto onde termina a Trilha Inca. A partir deste lugar, finalmente você poderá observar as primeiras vistas da cidadela e contemplar o nascer do sol que ilumina todo o complexo. Uma experiência única, porém o maior presente será a vista da cidadela inca de Machu Picchu.
Tempo aproximado de caminhada: 2h, 6 km de trajeto.

Recomendações

• Uma das principais recomendações é permanecer um ou dois dias em Cusco antes do início do passeio para aclimatar-se a mudança de altitude e temperatura.
• Um dado importante é que para realizar a Trilha Inca é necessário fazer a reserva com bastante antecedencia, pois há um número limitado de 500 pessoas por dia no caminho.
• É aconselhável estar em boas condições físicas, evitar comer gorduras, fumar e fazer atividades intensas antes de começar o caminho.
• Em fevereiro o caminho encontra-se em manutenção e não são vendidos ingressos.

Trilha Inca 2 dias

Descrição da rota

Outra caminhada muito concorrida para se chegar a Machu Picchu é a Trilha Inca de 2 dias, uma versão mais curta da Trilha Inca Clássica de 4 dias, descrita anteriormente. Esta rota é ideal para pessoas que dispõe de menos tempo, porém querem viver a aventura da Trilha Inca.
Por este caminho pode-se observar os sítios arqueológicos de Wiñay Wayna e Intipunku, e a Porta do Sol.

Viajante na Trilha Inca
Viajante na Trilha Inca – Foto: Peru Grand Travel

Grau de dificuldade

Uma rota mais curta com um grau de dificuldade baixo, assim como no Caminho Inca Clássico, a caminhada dura de 6 a 7h, recomendável para crianças em companhia dos pais. A distância percorrida é aproximadamente de 12km.

Atrações da rota

Durante o passeio você estará acompanhado a todo momento de uma grande biodiversidade proporcionada pela geografia do vale. O passeio inicia no km 104 e, ao começar a caminhada, haverá visitas a dois centros arqueológicos, Chachabamba y Choquesuysuy, ocultos na selva semi-tropical. Logo após você visitará o centro arqueológico de Wiñaywayna, “para sempre jovem” e a seguir o de Inti Punku ou Porta do Sol, que serviu como centro de controle para o ingresso a Machu Picchu. A visita ao santuário de Machu Picchu será o ponto alto da viagem.

Viagem ao Peru - Machu Pichu
Machu Pichu vista do sentido contrário

Recomendações

• Ao chegar no ponto de controle você deverá mostrar seu documento de identidade com que fez a reserva. Sem ele e a reserva (feita antecipadamente) será impossível entrar na cidadela.
• O clima algumas vezes muda, por isso é recomendável levar roupa adequada. Na temporada de abril a outubro é a época seca e quase não chove.
• É recomendável levar água suficiente para todo o trajeto, protetor solar, boné, e medicamentos pessoais já que em todo o trajeto não haverá lojas.

Trilha Salkantay 5 dias

Viajante na trilha Salkantay
Viajante feliz na trilha Salkantay – Foto: Peru Grand Travel

Descrição da rota

A Trilha Salkantay é outro trekking muito solicitado e uma das rotas alternativas para visitar Machu Picchu. É um caminho totalmente místico que oferece ao turista um desafio espetacular de muita beleza natural carregada de espiritualidade.
As paisagens que se pode apreciar pelo caminho são belíssimas. Durante o dia, a beleza dos nevados, a flora e a fauna local acompanham a todo momento e à noite, o espetáculo maior será o céu andino coberto de estrelas dando a ideia de estar muito mais próximo. Este tour permite conhecer a serra de selva e muitas plantas típicas da região.

Trilha Salkantay
Trilha Salkantay – Foto: Peru Grand Travel

Grau de dificuldade

O grau de dificuldade deste tour é considerado alto devido a geografia hostil da zona. São cerca de 65 km de percurso em 5 dias. Estar bem fisicamente será um fator importante, porém e muito gratificante poder observar tudo o que a natureza local oferece.

Montanha Salkantay - Peru
Trilha com a montanha Salkantay ao fundo – Foto: Peru Grand Travel

Atrações da rota

Os centros arqueológicos, a natureza maravilhosa e a cultura excepcional que estão em constante relação com o mágico e o místico será o que você encontrará no trajeto de Salkantay.
No primeiro trajeto ao Nevado Humantay, denominado o filho menor do Apu Salkantay, também conserva as “apachetas” (lugar sagrado para os viajantes) que estarão durante o passeio.

Passo Salkantay - Peru
Passo Salkantay – Ponto mais alto da trilha

Na segunda parte da caminhada você chegará no ponto mais alto do Passo Salkantay que se encontra entre dois grandes nevados Humantay e Salkantay (a montanha selvagem). Neste local você poderá observar os nevados e glaciares do Salkantay e também terá a oportunidade de ver a magnífica vista de toda a cadeia de montanhas.
Poderá observar um Caminho Inca original que, com o passar dos anos foi se deteriorando. A distância é árdua porém as imagens dos nevados são magníficas.

Na terceira parte do caminho a presença da flora e fauna é constante devido à zona de “ceja de selva” (começo da selva) e uma das recompensas do caminho serão os banhos termais de Cocalmayo que servirão para relaxar um pouco.

Na 4ª parte do caminho você visitará o centro arqueológico de Llactapata, um importante centro ritualístico inca com construções importantes rodeado de grande quantidade de flora.
Na última parte deste caminho você chegará à Machu Picchu, a impressionante cidadela, como retribuição a todo o esforço empregado.

Terraços de Machu Pichu
Terraços de Machu Pichu

Recomendações

• Como este trekking é um circuito árduo e com grandes altitudes recomendamos aclimata-se por um ou dois dias antes de iniciar a caminhada.
• Não é necessário fazer reservas. Você poderá realizar este tour em qualquer época do ano.
• Levar roupa e acessórios de trekking adequados é importante uma vez que não haverá nenhum tipo de loja para comprá-los.

Diferenças dos circuitos

Cada circuito é diferente, mesmo que todas estas rotas levem ao mesmo lugar, Machu Picchu. Cada uma mostra uma experiência diferente. A seguir passaremos algumas diferenças de cada circuito:

Comparação Trilhas Machu PichuQual trilha escolher
Uma pregunta muito complicada para responder, porém consideramos que as três caminhadas são muito recomendadas. O fator clima, disposição de tempo, e preparação física serão alguns pontos determinantes que você deverá levar em conta para escolher entre as opções de trilha Inca e Trilha Salkantay. A experiência vivida nestes trekkings e as lembranças que você levará serão muito inesquecíveis.

Quem leva: A Perú Grand Travel é especialista nestas trilhas e foi também nossa fonte de informações para escrever este artigo.

Quer fazer a trilha Inca? Então escolha e reserve aqui a sua trilha!

Mais sobre Machu Pichu e região:
Destinos que visitamos no Peru
Como chegar à Machu Pichu – Todas as formas
Roteiro de viagem ao Peru – 8 dias
O que fazer em Cusco – Principais atrações

Organize sua viagem! Faça sua reserva aqui no Viagens e Caminhos!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here