Conhecida como Belém do Pará, a capital paraense é a porta de entrada da Amazônia através de seus imensos rios. A cidade é muito conhecida pelo Círio de Nazaré (maior procissão católica do país), mercado Ver-o-Peso e seu prato típico, pato no tucupi.

Desde 2000, a cidade vem passando por um processo de revitalização, mas sempre mantendo as características originais. Entre outros podemos citar a Estação das Docas, que era um conjunto de armazéns do porto, abandonado às margens da baía do Guajará.

Com a restauração a estrutura em ferro inglês recebeu paredes de vidro, ar-condicionado e se tornou um espaço cultural e gastronômico, reunindo bares, restaurantes, exposições de arte e cinema. Ficou bem parecido com o Puerto Madero, de Buenos Aires.

 

Belém do Pará

Centro histórico de Belém

O bairro da Cidade Velha, no centro de Belém, conta com um belo cenário de construções antigas do auge do Ciclo da Borracha, como o do Teatro da Paz, a Catedral da Sé e a Basílica de Nazaré. O Mercado Ver-o-Peso é o ponto de encontro onde se misturam os habitantes e os turistas em um lugar que se encontra de tudo, principalmente os produtos exóticos da região.

Praça da República - Centro de Belém
Praça da República – Centro de Belém

Nas ruas de Belém se destacam as mangueiras enormes que garantem a sombra para amenizar o calor, enquanto os parques e bosques revelam um pouco da vida Amazônica, como no parque ecológico Mangal das Garças.
Oferta de hotéis e pousadas na cidade

O que fazer em Belém – Principais pontos turísticos

Estação das Docas

Estação das Docas - BelémBelo local para passear pela orla da Baía do Guajará, que conta com um grande centro de lazer, cultural e gastronômico. O local é uma amostra da recuperação do patrimônio histórico dos antigos armazéns do porto que se tornou uma referência de turismo na região.
O local conta com restaurantes, bares, lojas, eventos, exposições, shows, cinema, teatro e salas para eventos.
Funcionamento: Todos os dias, das 10h a 0h (orla); das 12h a 0h (armazéns); e das 12h às 22h (mezanino e barracas).
Acesso: Entrada franca.

Mercado Ver-o-peso

Mercado Ver-o-peso - BelémLocalizado na Cidade Velha, às margens da baía do Guarajá, o Ver-o-Peso é considerado a maior feira livre da América Latina. Seu nome surgiu em 1625, quando no local se pesavam as mercadorias para se cobrar os impostos.
O mercado faz parte de um complexo arquitetônico e paisagístico junto com uma série de construções históricas. No local se encontra um pouco de tudo, principalmente os produtos exóticos da região.

Mangal das Garças

Mangal das Garças - BelémO Mangal é outra área revitalizada de Belém com 40.000 m², que reproduz a natureza de diferentes regiões da flora paraense.
O complexo conta com um grande lago central, presença de aves da região, espaços para descanso com toda infraestrutura, um borboletário e um mirante com vista para todo o parque.

No Armazém do Tempo há venda de plantas, artesanatos, livros.
No local também funciona o Restaurante Manjar das Garças e outros quiosques com venda de lanches variados.
Funcionamento: De terça a domingo, das 7h às 17h (área externa) e das 9h às 17h (espaços monitorados).
Acesso: Entrada franca para o parque. Para os espaços monitorados, ingressos a R$ 2 (cada) ou R$ 6 (preço único). Às terças-feiras, entrada franca em todos os espaços.

Complexo Feliz Luzitânia

Complexo Feliz Luzitânia - BelémO Complexo Turístico Feliz Lusitânia se localiza na região mais antiga de Belém, em frente ao Mercado Ver-o-peso onde se encontram várias construções antigas como: o Forte do Presépio, a praça Dom Frei Caetano Brandão, a Casa das 11 Janelas, a Igreja de Santo Alexandre (Museu de Arte Sacra) e a Catedral Metropolitana de Belém.
O Núcleo Cultural Feliz Lusitânia abre das 10 às 20 horas.
Para os espaços abertos o acesso é livre.

Bioparque Amazônia Safári

Bioparque Amazônia Safari - BelémO parque conta com zoológico e museu em uma área de aproximadamente 80 hectares, rica em espécies de fauna e flora nativas, uma mostra fiel do ecossistema Amazônico, acessada através de trilhas.
A caminhada completa dura quase 2 horas, acompanhada por um guia, que explica tudo sobre a biodiversidade do parque.
Localização: 20 Km do centro de Belém.
Preços: Zoológico: (Adulto R$ 30,00), (Estudante R$ 15,00)
Museu: (Adulto R$ 20,00), (Estudante R$ 10,00)
CompletoAdulto R$ 50,00), (Estudante R$ 25,00)
Visitação: de segunda a domingo, das 8 às 20h
Endereço: Passagem São joão, s/n. Final da 6º linha, Bairro – Tenoné

Praça da República e Teatro da Paz

Praça da República - Centro de Belém

Linda praça com enormes mangueiras, onde se encontra o Teatro da Paz, um dos teatros mais belos do País, inaugurado em 1878 durante o período áureo da exploração da borracha na Amazônia, além de outras lindas construções e um monumento com 20 metros de altura.
A praça é palco de grandes comemorações como o Círio de Nazaré, o Dia da Raça e o desfile de 7 de setembro.

Bosque Rodrigues Alves

Bosque Rodrigues Alves - BelémO Bosque é um pedaço da floresta Amazônica preservado no meio da cidade. Preservado desde o final do século XIX o local apresenta uma grande diversidade de espécies animais e vegetais abrigando animais em cativeiro e outras espécies em liberdade. Conta ainda com um aquário com várias espécies originárias da amazônia, um orquidário, lagos, grutas, cascatas e até uma réplica de montanha.
Visitação: de 3ª a domingo, das 8 às 17h.
Endereço: Av. Almirante Barroso, 2453 – Marco

Basílica de Nazaré

Basílica de Nazaré - BelémFamosa por ser o ponto de chegada do Círio de Nazaré, a maior procissão religiosa do Brasil, a igreja segue o modelo da Basílica de São Paulo, em Roma.
Visitação: de terça a domingo, das 08 às 13h30 e das 15 às 18h30.
Endereço: Praça Justo Chermont

 Museu Paraense Emílio Goeldi

Museu Paraense Emílio Goeldi - BelémO Museu Paraense é uma instituição de pesquisa Federal com atividades voltadas no estudo científico dos sistemas naturais e socioculturais da Amazônia.
Visitação: de 3ª a domingo, das 8 às 17h.
Endereço: Av. Magalhães Barata, 376 – São Braz

Parque da Residência

Parque da Residência - BelémFoi a Residência oficial dos governadores do Pará a partir de 1934. Hoje é a atual sede da Secretaria Estadual de Cultura, com seu espaço transformado em área de lazer, com um pequeno orquidário, bancos e uma estátua do poeta paraense Ruy Barata (1920-1990).
O local conta com restaurante e seu anfiteatro costuma receber apresentações de música e dança regionais.
Endereço: Avenida Governador Magalhães Barata, 830

Espaço São José Liberto

Espaço São José Liberto - BelémO prédio que era ocupado pelo convento de São José foi erguido em 1749 pelos frades, já abrigou olaria, depósito de pólvora, quartel, hospital, cadeia pública e o presídio São José, desativado em 2000. Foi totalmente restaurada e reaberto em 2002 onde funcionam o Museu de Gemas do Pará, o Polo Joalheiro e a Casa do Artesão, espaço que exibe hoje jóias e artesanato produzidos no Pará, além de Espaço Cultural e Turístico.
Visitação: de 3ª a sábado, das 9 às 19h; aos domingos e feriados, das 10 às 19h.
Endereço: Praça Amazonas, s/n – Bairro Jurunas

Complexo Turístico Ver-o-rio

Complexo Turístico Ver-o-rio - BelémPraça pública de 5000 m² de frente para a baía do Guajará, onde se encontram comidas típicas, acontecem shows musicais, aliados à paisagem.
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, próximo às Docas.

 Icoaraci

Icoaraci - BelémIcoaraci é um dos distritos da capital, próximo à Ilha de Marajó, importante pólo de Artesanato em cerâmica Marajoara.
O turismo se concentra na exposição da cerâmica indígena, na Praça São Sebastião, na orla banhada pela Baia de Guajará, onde também há um pólo gastronômico com a típica culinária paraense (tacacá, maniçoba, pato-no-tucupi e a caldeirada com frutos dos rios amazônicos.

Círio de Nazaré

Círio de Nazaré - BelémO Círio de Nazaré é uma das maiores procissões católicas do Brasil e do mundo realizada em Belém do Pará há mais de dois séculos, chegando a reunir anualmente 2 milhões de romeiros numa caminhada de fé pelas ruas da capital.
A procissão acontece anualmente no segundo domingo de outubro, sai da Catedral de Belém e segue até a Praça Santuário de Nazaré, onde a imagem da Virgem fica exposta durante 15 dias.

Passeios em Belém

Passeios de barco em Belém

Passeio de barco em BelémHá vários passeios de barco para se fazer em Belém. Uns levam até a Ilha de Marajó, outros seguem pelo rio Guamá com vista da cidade e do porto, outros seguem pelos afluentes e igarapés.
As embarcações partem diariamente da Estação das Docas.

Passeio de Bondinho

Passeio de Bondinho em BelémReinaugurado em 2007, o bondinho movido a Biodiesel traz de volta a nostalgia do século passado aliada à modernidade dos tempos atuais e circula todos os domingo e feriados entre construções históricas do bairro da Cidade Velha.
A viagem dura 30 minutos, a uma velocidade média de 10 a 15 km/h, e o bonde tem capacidade para 45 passageiros.
O bondinho inicia a viagem ao lado do Museu de Arte Sacra.

Leia também:
Manaus, a capital da floresta Amazônica
Relato de viagem á Amazônia
Viagem de barco pelo Rio Amazonas

COMPARTILHAR
Jair Prandi
Editor, fotógrafo e videomaker, do Viagens e Caminhos. Apaixonado por viagens com toques de aventura, criou esse blog de viagens para compartilhar suas experiências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here