Cambará do Sul é conhecida como a cidade dos cânions, é uma cidade tranquila, com aproximadamente 7.000 habitantes, localizada nos Campos de Cima da Serra, no Rio Grande dos Sul.

Os cânions fazem a divisa natural entre a Serra Gaúcha e a Planície Catarinense, sendo que a parte de cima dos cânions fica no Rio Grande do Sul e a parte de baixo em Santa Catarina. A borda dos penhascos dividem os dois estados.

Além dos imensos paredões com quase mil metros de altura, Cambará do Sul tem belas cachoeiras, rios e coxilhas verdejantes. O destino ganhou ainda mais notoriedade após aparecer em minissérie e novelas da Globo, como “A Casa das Sete Mulheres”.

Cambará do Sul - RS
Cânion Itaimbezinho

Quando a Cambará do Sul – melhor época

Em se tratando dos cânions e toda sua grandiosidade o que determina a melhor época é a melhor visibilidade. Geralmente a visibilidade nos cânions é melhor durante os meses de inverno (maio a agosto). Já durante o verão há maior incidência de nevoeiros.
O fenômeno ocorre devido ao choque de correntes de ar frio e quente e não é possível saber com antecedência como estará a visibilidade no dia seguinte. As vezes a neblina dissipa rapidamente e em outras pode durar horas.
Mas isso não garante nada, em se tratando do tempo e da natureza, depende muito da sorte.

Nos meses de inverno, as geadas são bem comuns pela manhã, proporcionando belos espetáculos, já no verão, dá para aproveitar as cachoeiras e as piscinas naturais de algumas trilhas, como a do Rio do Boi.

Cânion Fortaleza
Cânion Fortaleza

Como chegar a Cambará do Sul

Cambará do Sul possui acesso pavimentado através da rodovia RS-020, que liga com São Francisco de Paula, Canela e se conecta com a Rota do Sol (RST-453), estrada que liga Caxias do Sul ao Litoral Gaúcho.
Outros acessos não pavimentados são por Praia Grande (cidade que fica em baixo da serra no lado catarinense), por Jaquirana e São José dos Ausentes, por longas estradas de terra.

Acesso aos cânions

Muita gente pensa que os dois principais cânions ficam juntos, porém, o Itaimbezinho e o Fortaleza ficam em direções opostas, um a 18 km do centro e outro a 23 km. É possível conhecer os dois em um único dia (eu mesmo já fiz as trilhas dos dois no mesmo dia), mas é bem puxado, o melhor é visitar um em cada dia e curtir bem cada lugar.

As estradas de terra que dão acesso aos cânions geralmente são ruins, bem pedregosas, qualquer carro normal pode ir, porém terá que trafegar bem devagar. Também há agências, que oferecem transporte e guia para os passeios nas agências do centro da cidade.
Para entender melhor as atrações e acessos, visualize o mapa abaixo!

Onde ficar em Cambará do Sul

Cambará oferece uma boa estrutura de hotéis e pousadas, tanto na pequena cidade, como no interior, principalmente nas estradas de acesso aos cânions.
Confira algumas opções de onde se hospedar em Cambará – oferta de hotéis e pousadas.

Principais atrações de Cambará do Sul

Cânion Itaimbezinho

Mirante do Cânion Itaimbezinho
Mirante do Cânion Itaimbezinho

O Itaimbezinho é o cânion mais famoso de Cambará do Sul e o que chama mais a atenção. Suas paredes medem 5,8 km de extensão, 720 metros de profundidade e 600 metros de largura. Está localizado no Parque Nacional dos Aparados da Serra, a 18 km do centro de Cambará do Sul, por estrada de terra, no sentido litoral, para Praia Grande.
Para mais informações, acesse: Cânion Itaimbezinho – Detalhes das trilhas, cachoeiras e acessos.

Cânion Fortaleza

Cânion Fortaleza - Cambará do Sul
O Fortaleza é o maior de todos os cânions de Cambará do Sul. Seus paredões têm 7,5 quilômetros de extensão e, em alguns pontos, até 900 metros de altura. O nome se deve ao formato geológico, que lembra uma fortaleza. O cânion fica dentro do Parque Nacional da Serra Geral, a 23 km do centro, sendo que 9 km são em estrada de terra.
Para mais informações, acesse: Cânion Fortaleza – Detalhes das trilhas, cachoeiras e acessos.

Passo da Ilha

Passo da Ilha
Vista do Passo da Ilha, chegando pelo lado de Cambará do Sul

Lugar de grande beleza, um enorme lajeado do Rio Tainhas, na divisa entre Cambará do Sul e São Francisco de Paula, onde há uma ilha com mata de araucária.
No local não há ponte, a passagem de veículos é por dentro do rio em duas etapas, tendo que passar pela ilha. Na ilha funciona um camping que conta com boa estrutura.
Saiba mais sobre o Passo da Ilha

Lajeado da Margarida

Lajeado da Margarida - Cambará do Sul - RSFormado pelo Rio Camisas, o lajeado tem mais de 50 metros de extensão, com pequenas quedas d´água e piscinas naturais que são um convite para o banho.
Ao redor há muito campo e árvores nativas, ideal para piqueniques. Algumas fazendas e agências de turismo realizam caminhadas e passeios a cavalo no local, que é aberto ao público. Fica a 12 km do centro da cidade, com acesso por estrada de terra.

Cascata dos Venâncios

Esta é uma das mais lindas cachoeiras da região. Fica a 23 km do centro da cidade, na Fazenda Cachoeira, divisa entre os municípios de Cambará do Sul e Jaquirana. Possui quatro quedas d’água o que proporciona massagens relaxantes. Suas águas são cristalinas e formadas pelo Rio Camisas.

Cachoeira dos Venâncios - Cambará do Sul

Serra do Faxinal

A Serra do Faxinal liga Cambará do Sul nos Campos de Cima da Serra, no Rio Grande do Sul, com a planície de Praia Grande, litoral de Santa Catarina. A estrada de chão batido proporciona belas vistas das escarpas da Serra Geral, enfrentando um grande desnível em pouca distância.

Outras atrações

Existem outros cânions, menos famosos em Cambará, mas, com acessos bem mais complicados, como o Faxinalzinho, Malacara e Churriado.
As pousadas e agências também oferecem opções de passeios e atividades, como cavalgadas, tirolesas, passeios de quadriciclo, entre outros.
Para informações mais detalhadas, consulte o Saiba mais sobre o site oficial da cidade

Mais Viagens e Caminhos na região das cânions
As 10 mais incríveis cachoeiras do Rio Grande do Sul
Cânion Monte Negro – São José dos Ausentes
Serra do Pinto e Rota do Sol

COMPARTILHAR
Jair Prandi

Editor, fotógrafo, videomaker, e influenciador digital do Viagens e Caminhos. Apaixonado por viagens com toques de aventura, criou esse blog de viagens para compartilhar suas experiências.

4 COMENTÁRIOS

  1. Olá JP, parabens pelo blog, estarei indo para Cambara nos proximos dias, sei que as trilhas não são sinalizadas, corro risco de se perder se for sem guia? As trilhas são abertas ou em mata fechada?

    Abraço
    João PAulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here